Megaton Dias vibra com duelo diante de Soneca no 'Legends' do World Pro: 'Excelente oportunidade'

Diogo Santarém

21/04/2017 12:55

Nesta semana, Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, vem sendo sede, mais uma vez, do World Pro Jiu-Jitsu Championship, organizado pela UAEJJF. Até este sábado (22), muitas emoções serão protagonizadas na tradicional IPIC Arena e uma das fórmulas de sucesso da edição do ano passado será realizada mais uma vez. Trata-se do "Legends", torneio que conta com lutadores que construíram uma trajetória repleta de títulos e grandes feitos na arte suave.

Grandes confrontos serão realizados, para a alegria dos fãs do esporte, como as lutas entre Amaury Bitetti e Roberto Traven, Márcio Pé de Pano x Gabriel Napão, Alexandre Soca x Baret Yoshida e Kenny Florian x Vitor Shaolin. Outro combate bem aguardado será disputado entre Wellington "Megaton" Dias e Helio Soneca, que prometem trazer um grande ar de nostalgia aos admiradores do Jiu-Jitsu clássico.

Em entrevista exclusiva concedida à TATAME, Megaton Dias falou brevemente sobre a sua preparação para o Legends e fez questão de elogiar Helio Soneca, ressaltando a técnica do seu oponente.

652x435
Megaton Dias terá Helio Soneca pela frente em mais uma edição do 'Legends' (Foto TATAME)


"A preparação foi excelente. No meu camp de preparação para essa competição, procuramos diversificar bastante trabalho especifico e uma boa preparação fisica. Eu só espero o melhor do 'Sonequinha' (Helio Soneca), que é um excelente lutador e muito técnico. Portanto, não podemos vacilar, e é por isso que me preparei bem para o confronto", analisou Megaton, que falou também sobre a oportunidade de participar de um torneio repleto de lendas da arte suave.

"É uma excelente oportunidade para trazer de volta os grandes nomes do Jiu-Jitsu, como também um revival do Jiu-Jitsu clássico, como é falado para a nova geração. É uma grande ocasião para reviver os grandes tempos", afirmou o pai de Mackenzie Dern, que, para finalizar, comentou sobre os lutadores que, mesmo experientes, permanecem ativos e em alto nível de competição.

"Acho que é uma excelente oportunidade para nós, os mais experientes. Acredito que as pessoas tem um 'equívoco' em relação aos 'mais experientes', porque tem muitos de nós continuam treinando duro e competindo tão quanto os atletas da nova geração que estão se apresentando no Jiu-Jitsu", concluiu.