Nova União confirma presença em ranking da FJJD-Rio / CBJJD e líder afirma: 'Será um prazer'

Yago Rédua

11/01/2017 12:41

No último sábado (7), FJJD-Rio e CBJJD premiaram os vencedores dos rankings da temporada de 2016, com as passagens para o World Pro, da UAEJJF, bicicletas, quimonos e um fim de semana em um hotel fazenda. Uma das equipes mais tradicionais de Jiu-Jitsu do Rio, a Nova União, em busca de voltar a participar desta festa, anunciou o seu retorno ao ranking das organizações em 2017, de olho em toda estrutura e valorização.

1191x794
Líder da Nova União conta volta da equipe ao ranking da FJJD-Rio em 2017 (Foto Flash Sport)


"Em 2017 teve uma reunião aqui na Nova União e foi liberado através do meu comando. Sou responsável por liderar a equipe na FJJD-Rio e CBJJD. As premiações que são dadas aos melhores do ranking... Será um prazer em estar junto com essa federação. São pessoas corretas, honestas, fazem um trabalho legal", revelou Rafael Carino, responsável pela parte de chão da equipe, em entrevista exclusiva à TATAME.

Um dos principais motivos para a volta da Nova União tem a ver com a filiação da FJJD-Rio a FBJJ e, consequentemente, a UAEJJF, que prioriza a profissionalização dos lutadores, com excelentes premiações e torneios de alto nível ao redor do mundo. Para o mestre Rafael, é um importante passo para todos envolvidos.

"Essa filiação da FJJD-Rio com a FBJJ e UAEJJF fortalece bastante a federação do Rio. As premiações são as passagens para os grandes campeonatos, onde a premiação é em dólar. Isso, sem dúvida, é um grande atrativo para os atletas. Então, com certeza, essa unificação foi boa tanto para a federação quanto para os atletas", apontou o líder, revelando que chegou a ser campeão do ranking da FJJD e hoje estará treinando.

"Eu sempre tive um bom contato com o Rogério Gavazza, presidente da FJJD-Rio, e o Carlão Barreto, diretor técnico. Eu acompanho essa empreitada há muito tempo. Já lutei no ranking, fui campeão no meu peso, então, eu conheço bastante a FJJD-Rio, a organização, tudo. No passado, as premiações já eram um grande atrativo. Com as passagens para os Grands Slams e o World Pro, da UAEJJF, com certeza, quem está no topo vai vir com tudo para ser agraciado com as passagens. Com a entrada da Nova União, as disputas vão ficar mais acirradas, assim como tem outras equipes também já disputando", concluiu Rafael Carino.