Líder da GFTeam destaca estrutura e profissionalismo do Petrópolis Pro: 'Valoriza os lutadores'

Yago Rédua

22/09/2016 04:25

No próximo dia 8 de outubro, acontece o Petrópolis International Pro de Jiu-Jitsu, evento organizado pela UAEJJF que funcionará como uma seletiva para o Brazil National Pro, competição que garante aos campeões uma vaga no Abu Dhabi World Pro, em 2017. Desta forma, em busca de se preparar da melhor maneira para o evento na região serrana do Rio, Júlio César, líder da GFTeam, descreveu em entrevista à TATAME o tamanho da relevância do campeonato da UAE Jiu-Jitsu Federation em Petrópolis para atletas e equipes.

"A importância de participar do Petrópolis Pro é pelo fato de fazermos pontos. Os atletas ganham passagem para poder disputar o Mundial lá de Abu Dhabi, por isso é sempre importante quando valorizam o atleta. Além dessa federação valorizar o atleta, com passagens, alimentação. Isso tudo valoriza os atletas e agrega muito valor para a competição", comentou o professor, afirmando que a disputa pelas medalhas será bem grande.

* Inscreva-se no UAEJJF Petrópolis Pro e dispute uma vaga no Abu Dhabi World Pro; saiba mais

620x413
Júlio César, treinador da GFTeam, se prepara para o Petróplis Pro, evento da UAEJJF (Foto divulgação)


* UAEJJF Petrópolis Pro sacode região serrana do Rio com atalho para o Abu Dhabi World Pro; veja

"São várias equipes fortes concorrendo. Nós somos uma das, não a maior. Somos uma das maiores, não existe diferença entre as equipes. Jiu-Jitsu é igual em todos os lugares, não tem segredo. Todas as concorrentes são boas e vão brigar também pelo lugar mais alto do pódio. Aqui na nossa equipe treina para todas as competições, é de manhã posição, a tarde treino e a noite outra modalidades, como o Judô, por exemplo. É assim o ano inteiro e vamos bem preparados para o evento", apontou o professor da equipe.

Sobre os atletas, Júlio César revelou que não pode apontar um ou mais destaques que devem brilhar no Petrópolis Pro. De acordo com o líder da equipe, a GFTeam, que sempre desempenha um bom papel nas competições em que participa, é um conjunto e, desta maneira, os talentos individuais acabam surgindo.

"Nós somos um todo. Não somos um ou alguns destaques, nós somos um todo. Não adianta eu destacar alguns atletas, até porque, tem nomes que eu não conheço de outros estados, que vão lutar. Então, nós somos um grupo forte" comentou o treinador, que também será coordenador de arbitragem em Petrópolis.

"Quando me convidaram para ser coordenador de arbitragem, eu aceitei até por causa do profissionalismo de todas as pessoas que ajudam a tocar o evento e estão à frente na organização", encerrou Júlio César.