Amanda Nunes faz criticas ao treinador de Ronda Rousey e diz: ‘A faz pensar que é boa de Boxe’

Tatame

31/12/2016 05:26

432x594
Amanda Nunes foi soberana no duelo com Ronda (Foto Christian Petersen/Getty Images)

Amanda Nunes deixou claro que é a verdadeira campeã na última sexta-feira (30). A brasileira nocauteou Ronda Rousey em apenas 48 segundos de luta, pelo main event do UFC 207, em Las Vegas, nos Estados Unidos e, com isso, defendeu o seu título peso-galo pela primeira vez na carreira. A americana quis trocar golpes com a brasileira e acabou se dando mal, já que levou muitos socos, sendo nocauteada rapidamente. A "Leoa” destacou que isso é culpa do treinador de "Rowdy", Edmond Tarverdyan, que a faz pensar que é uma boxer.

* Amanda 'atropela' Ronda, cala americanos e segue como campeã; Cody Garbrandt supera Cruz

* Amanda Nunes ganha bônus após 'monólogo' contra Ronda; Garbrandt e Cruz fazem 'Luta da Noite'

"Eu sabia que Rousey iria me atacar, ela pensa nisso porque seu treinador de Boxe disse que ela tem bons golpes. Eu sabia que ela estava indo para me atacar, mas quando eu comecei a conectar com alguns socos, sabia que ela iria querer começar a 'clinchar' comigo", declarou Amanda, em entrevista na coletiva de imprensa pós-luta. A brasileira ainda complementou, afirmando que, se a americana usasse mais o Judô, onde é melhor, a história da luta poderia ser outra.

* Mesmo com dura derrota, Ronda Rousey recebe quase R$ 10 milhões; veja quanto Amanda ganhou

"Sim, porque Ronda acha que ela é uma pugilista, sabe? Ele (treinador de Ronda) gosta de colocar essa coisa na cabeça dela e fazer a garota acreditar nisso. Eu não sei porque ele fez isso. Ela tem um grande Judô e pode ir longe nesta divisão, mas ele colocou algo louco sobre o Boxe na cabeça dela e sua carreira começou a cair", encerrou. 

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 207
Sexta-feira, 30 de dezembro de 2017
T-Mobile Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos

Card Principal

Amanda Nunes derrotou Ronda Rousey por nocaute técnico no 1R
Cody Garbrandt derrotou Dominick Cruz por decisão unânime dos jurados
TJ Dillashaw derrotou John Lineker por decisão unânime dos jurados
Dong Hyun Kim derrotou Tarec Saffiedine por decisão dividida dos jurados
Ray Borg derrotou Louis Smolka por decisão unânime dos jurados

Card Preliminar

Neil Magny derrotou Johny Hendricks por decisão unânime dos jurados
Antônio Cara de Sapato derrotou Marvin Vettori por decisão unânime dos jurados
Alex Garcia derrotou Mike Pyle por nocaute no 1R
Niko Price finalizou Brandon Thatch com um katagatame no 1R
O duelo entre Alex Cowboy e Tim Means terminou em "No Contest"