Após grave lesão, Evangelista Cyborg decide abandonar o MMA: 'Não quero correr risco'; entenda

Tatame

10/01/2017 12:48

Após sofrer uma grave lesão no começo do segundo semestre de 2016, Evangelista Cyborg anunciou sua aposentadoria do MMA na última segunda-feira (9), em entrevista ao site MMA Fighting. O veterano de 39 anos esteve presente em grandes organizações do mundo da luta e ajudou no desenvolvimento do esporte.

Em julho, pelo Bellator 158, Cyborg sofreu um nocaute brutal, após uma joelhada voadora de Michael Page. Desde então, o lutador da Chute Boxe precisou passar por uma cirurgia e seu retorno ao MMA ficou difícil.

* Relembre: confira as imagens de Evangelista Cyborg depois da cirurgia que durou sete horas 
* Vídeo: Michael Page aplica nocaute brutal em Evangelista Cyborg no Bellator 158; reveja e opine

620x404
Evangelista Cyborg anunciou aposentadoria meses após sofrer grave lesão (Foto Esther Lin) 


"Estou me sentindo muito bem, nunca senti nada (após a cirurgia), mas eu não vou lutar novamente. Eu não quero correr o risco de ter uma consequência para o resto da minha vida e não ser capaz de transmitir o meu conhecimento, e dar trabalho para a minha família", revelou o lutador, que aproveitou para contar seus planos.

"Meu plano era lutar novamente este ano, e mais 10 vezes no MMA, mas nem tudo vai como nós planejamos. Mas, eu sinto que eu lutei contra alguns dos melhores lutadores do mundo e vou ajudar a criar campeões", afirmou o ex-lutador, que agora será responsável pela academia da Chute Boxe no Texas, Estados Unidos.

Em 20 anos de carreira, Cyborg passou por PRIDE, Strikeforce, Bellator, entre outros, e registrou um cartel de 21 vitórias e 18 derrotas. Em suas duas últimas lutas, porém, o brasileiro sofreu dois reveses por nocaute.