Lo analisa revés na final do absoluto do Pan-Americano para Bê Faria: 'Deixei ele chegar demais'

Tatame

29/03/2016 01:50

620x668
Lo foi derrotado na final do absoluto no Pan 2016, mas pela quarta vez faturou seu peso (Foto divulgação)

Um dos maiores nomes do Jiu-Jitsu mundial hoje em dia, Leandro Lo foi um dos destaques do Pan de Jiu-Jitsu 2016 da IBJJF, realizado entre os dias 17 e 20 de março, na Califórnia (EUA). Porém, após vencer Rômulo Barral e faturar a categoria meio-pesado, Lo não foi páreo para Bernado Faria na final do absoluto, e pelo segundo ano consecutivo, o paulista bateu na trave.

Em entrevista à TATAME após o evento, Lo comentou sobre o que deu errado no seu duelo contra Bê Faria, que assim como em 2016, já havia derrotado o atleta da Brotherhood no ano passado, também no absoluto. 

“O que faltou para ganhar do Bernardo, acho que eu deixei ele chegar e fiz minha estratégia errada com ele. Entrei mais para me defender e tentar raspar no final, mas eu já não estava tão bem assim, tão forte para fazer isso. Vou tentar mudar”, reconheceu o faixa-preta, que ainda ressaltou a superioridade de seu adversário 

“O Bernardo estava bem mesmo. Ele é forte, já lutei com ele naquela posição. Quando ele consegue chegar na posição dele, fica muito difícil para sair", analisou. 

* Bernardo Faria volta a derrotar Lo e é campeão absoluto do Pan; Andresa brilha e leva ouro duplo
* Vídeo: os melhores momentos da semifinal do absoluto entre André Galvão e Leandro Lo no Pan

Relembrando sua trajetória no Pan, Leandro conseguiu bater nomes conhecidos da arte suave, e resumiu sua participação no peso. “Minha primeira luta foi com o Alessandro Ferreira eu ganhei por finalização, consegui pegar um cara forte. A segunda foi com o Gabriel Lages, que começou ganhando, me raspando, mas consegui virar acho que no sexto minuto. Depois lutei com Renato Cardoso e finalizei no pé. Depois foi contra o Barral e ganhei de vantagem. Me senti bem, foi o meu quarto título: um no leve, dois no médio e um no meio-pesado”.