Masvidal revela que está sendo usado para 'eliminar' lutadores que o Ultimate 'não gosta'; entenda

Tatame

20/03/2017 01:15

Com três vitórias seguidas, Jorge Masvidal tem um importante confronto contra Demian Maia, no UFC 211, no dia 13 de maio. O lutador peso-médio, que é acostumado a dar declarações fortes, foi o entrevistado do "The MMA Hour". Quando foi perguntado o "motivo" pelo qual o Ultimate o escolheu para encarar o brasileiro - que está na espera pelo title shot da categoria - o americano não hesitou na resposta.

620x412
Masvidal nocauteou Cerrone e encara Demian no UFC 211 (Foto Josh Hedges/Zuffa LLC)

"Eles fizeram as contas, usaram a boa e velha matemática. Os caras estão de olho em mim e pensam: "Esse cara é completo, é bom em todas as áreas. Podemos usá-lo para tirar do caminho os lutadores de quem não gostamos. Talvez Masvidal seja o cara certo para isso. Não podemos pressioná-lo demais, mas podemos usá-lo para eliminar os outros. Ele é o cara...", comentou o Masvidal, que seguiu com a sua opinião.

"Ele vem de seis vitórias consecutivas, e venceu alguns caras muito bons. Se eles tivessem me dito que Demian Maia lutaria pelo cinturão e eu enfrentaria alguém que estivesse mais próximo que eu da disputa do título, e depois lutaria pelo cinturão, eu não me importaria, desde que eu fosse o próximo desafiante. Mas não me sinto mal por ele. Afinal de contas, ele vai receber o seu salário para essa luta", encerrou.