Novidade, criador do Spray de higienização esportiva aponta: ‘O preço é baixo perto dos benefícios’

    Diogo Di Napoli é o Fundador e CEO da Expert Clean Sports (Foto: Arquivo Pessoal)

    Atualmente, o processo de escolha de uma academia para realizar treinos de Jiu-Jitsu e qualquer outra arte marcial são necessários alguns cuidados. O fator higiene é um dos principais, para evitar algum tipo de doença futura, por exemplo, oriundas de fungos ou bactérias. No entanto, é preciso que o lutador também cuide de seus equipamentos pessoais. Em entrevista à TATAME, Diogo Di Napoli, Fundador e CEO da Expert Clean Sports, empresa especialista na higienização esportiva, contou como surgiu a ideia de criar o Expert Spray.

    2
    Expert Spray funciona como um higienizador de materiais esportivos (Foto: Divulgação)

    “Eu já trabalho com produto de limpeza há 20 anos, já fui distribuidor e fabricante. Sobre os esportes, eu gosto muito de subir montanhas, frequento academia também pratico musculação. Eu fui percebendo que as roupas, os assessórios, como quimonos, não tinham produtos específicos para higienização, apesar de acumularem suor que resultavam em odores. Eu fiquei com essa ideia, pesquisei, fui para os Estados Unidos, estudei o mercado e quando voltei, pedi para um químico desenvolver o produto, mandamos para a Anvisa, fizemos todos os laudos e, por fim, foi concedido a autorização para o produto, considerado eficiente. Lancei, então, essa linha de higienizadores esportivos, tantos paras as linhas pessoais, como os atletas, como para os ambientes de lutas, que são duas linhas distintas”, contou Diogo, revelando que o processo de inserção do produto nas academias vem acompanhado com o programa de conscientização que é necessário treinar em um ambiente saudável.

    “Estamos iniciando o trabalho de prospecção do produto e existe resistências, por falta de informação. O pessoal está acostumado ao famoso “me engana que eu gosto”. Eles estão acostumados aos produtos misturados, que não têm registro no Ministério da Saúde e sem eficácia comprovada. Esses dias mesmo eu vi um lugar que colocava desinfetante com amaciante para borrifar em capacete. Não funciona. Mas, também é o que tinha. O álcool, por exemplo, só tem função bactericida, se for o fator 70. O 96, que vende no supermercado, não tem função nenhuma. E o 70 é caro e resseca os tatames, por exemplo. Além disso, serve apenas para bactérias e não fungos. As micoses são fungos, então, o nosso produto atende a necessidade daquela modalidade e não danifica os equipamentos. Isso é um baixo custo de prevenção e conservação. Tem alguns gestores que não querem investir, mas o preço é baixo perto dos benefícios que o produto carrega”, destacou o CEO da empresa.

    Para mais informações sobre o produto acesse: http://expertcleansports.com.br/

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome