MMA UFC

Após fim de contrato com o UFC, Mousasi revela conversas para renovação, mas diz: ‘Proposta não foi boa’

Número quatro da categoria peso-médio do Ultimate, que tem Michael Bisping como campeão, Gegard Mousasi teve seu contrato encerrado com o Ultimate após vencer Chris Weidman no UFC 210, realizado em abril deste ano. Em negociação com a organização para uma possível renovação de seu contrato, o lutador, em entrevista ao programa UFC Tonight, parece não ter se animado com a nova proposta feita pelo UFC, afirmando que ainda não chegou em um acordo com a franquia.

gegardmousasiufc
Gegard Mousasi não se mostrou animado com proposta do UFC para renovação (Foto Getty Images)

“Não é boa (a proposta). Nós não gostamos dela”, revelou Mousasi, que ainda disse que o UFC tem seis semanas como período de negociação exclusiva com o lutador. Se as partes não puderem chegar a um acordo dentro desse prazo, Mousasi estaria livre para buscar ofertas de outras organizações de MMA.

Vivendo um bom momento em sua carreira, vindo de cinco vitórias consecutivas pelo Ultimate, Gegard Mousasi parece não se sentir prestigiado dentro da empresa, prova disso é a constante reclamação do atleta por melhores pagamentos e por uma maior valorização.

“Eu sou co-evento principal o tempo todo, então não é como se as pessoas não me conhecessem”, disse Gegard, que, caso assine um novo contrato com o Ultimate, gostaria de enfrentar o ex-campeão Luke Rockhold em uma próxima luta.

Apesar do fim de seu contrato com o UFC e da atual negociação para uma possível renovação, o ex-campeão do Strikeforce segue a serviço da franquia, e marcou presença em uma ação promocional em Cingapura e, no último final de semana, esteve presente no encontro de lutadores do Ultimate em Las Vegas, nos Estados Unidos. Questionado sobre as palestras realizadas na ocasião, o peso-médio citou o astro do basquete Kobe Bryant, um dos participantes do evento, para falar sobre os pagamentos aos atletas do UFC atualmente.

“Foi divertido (o encontro de lutadores), mas então Kobe Bryant vem e fala sobre investir US$ 100 milhões, e você tem lutadores que estavam sentados lá que ganham US$ 10.000 mais US$ 10.000 (bônus de vitória), então não fazia sentido. Fora isso, foi ótimo e eles nos trataram muito bem”, encerrou.

um comentário

Deixe uma resposta