MMA UFC

José Aldo ‘esquece’ revanche com Conor McGregor e aponta : ‘Nem sei se ele vai voltar a lutar’; saiba mais

José Aldo vai para mais uma defesa de cinturão dos penas, a oitava no total e a primeira depois que reconquistou o título linear. O brasileiro vai encarar Max Hollowaypelo UFC 212, no próximo dia 3, na cidade do Rio de Janeiro. O lutador da Nova União revelou que enfrentar “Blessed” era algo que imaginava há um tempo e que está preparado para esse desafio.

“Eu acho que Max é um grande desafio, um adversário que eu já esperava enfrentar no futuro. Eu tento olhar para todos os principais lutadores da divisão. Eu sou uma referência, eu sou um alvo. Todo mundo quer o campeão, então eu tento estudar cada atleta jovem que entra na divisão. É mais um teste para mim. Ele é um rapaz jovem, com fome para vencer. Ele é outro que tentará (pegar o meu cinturão) e falhará. Isso é certeza”, declarou o campeão dos penas, em uma teleconferência do Ultimate.

UFC 194 and The Ultimate Fighter Finale Press Conference
José Aldo disse que nem pensa mais em Conor McGregor (Foto: Getty Images)

Muitos fãs e especialistas do MMA ainda comentam sobre uma das lutas mais marcantes da história do Ultimate, quando Conor McGregor conseguiu quebrar a invencibilidade de Aldo que perdurava por oito anos e ainda tomou o cinturão dos penas, em apenas 13 segundos de luta. O brasileiro, desde então, vinha pedindo uma revanche ao Ultimate, mas nunca foi atendido. Por esse motivo, o brasileiro acredita que essa luta jamais aconteça.

“Todos ainda me perguntam se eu quero ou se não quero (lutar com Conor McGregor novamente). Isso não depende de mim. Isso depende do UFC, e sabemos que isso nunca vai acontecer. Não sei nem se ele voltar para lutar.O UFC tentou fazer uma segunda luta e ele não quis, não aceitou, porque o que aconteceu nunca mais vai acontecer “, declarou Aldo que aproveitou para dizer que nem pensa mais em seu antigo algoz.

“Eu não me importo com o que Conor faz ou não faz. Eu sou um lutador do UFC e eu sou o melhor peso-pena do mundo. Eu tenho que me concentrar em treinar e evoluir para defender o meu cinturão”.

um comentário

Deixe uma resposta