MMA UFC

Sonnen diz que atitude de Cyborg foi ‘inapropriada’ e Magaña dispara: ‘Vai ter que pagar as consequências’

15
Angela Magaña disse que ação da brasileira foi ‘premeditada’ (Foto: Getty Images)

Chael Sonnen, lutador marcado pelas provocações exageradas antes das lutas, resolveu se manifestar sobre a briga entre Cris Cyborg e Angela Magaña, no último fim de semana, durante um encontro do UFC, em Las Vegas (EUA). O “falastrão” recebeu em seu programa de podcast, o “You’re Welcome”, a americana envolvida na confusão e declarou que a brasileira não deveria tirado satisfação naquele momento.

*Magaña desafia Cyborg para luta de Jiu-Jitsu com quimono e dispara: ‘Vou finalizar você, vagabunda’

“Angela não está sob nenhuma obrigação de respeitar Cris Cyborg, e ela está no meio da luta. No meio da luta, antes de as ações acontecerem, há muitas provocações, e se ela está tentando construir alguma coisa, alguma empolgação, fofoca, tensão, qualquer coisa, está valendo. E confrontá-la quando ela está de férias, num retiro de negócios, é simplesmente inapropriado”, apontou Sonnen.

*Vídeo: após discussão, Cris Cyborg acerta soco em Angela Magaña; entenda a confusão

Já Magaña detalhou como aconteceu a briga e o momento em que Cyborg acertou um soco em seu rosto. A americana disse que toda a ação da curitibana foi “premeditada” e que quem chamou a polícia foi o próprio Ultimate.

*Dana White se manifesta sobre ‘confusão’ entre Cris Cyborg e Angela Magaña: ‘Foi muito sério’; confira

“Nós estávamos no ônibus depois de uma turnê pelo prédio do UFC, e Cyborg estava sentada próxima a mim. Ela estava a uma distância que eu poderia tocá-la sem precisar me esticar. Ela não me olhou, não falou comigo. Desci do ônibus e todos os amigos dela foram se aproximando e puxando seus celulares. Um deles que fez o vídeo. O UFC fez eles passarem os celulares deles para eles verem, e você pode ver no vídeo todos eles filmando. Cris veio me confrontar e dizer que eu tinha que respeitá-la, e quando a intimidação dela não funcionou, ela me agrediu. Agora ela vai ter que pagar as consequências”, apontou Magaña.

2 comentários

Deixe uma resposta