Coluna Jiu-Jitsu

Coluna da Arte Suave: a importância da força feminina dentro dos tatames; saiba mais e deixe sua opinião

Por Luiz Dias

Nossa arte suave é um esporte de contato, muito contato corporal. Não tem outra definição para esse aspecto. Por isso, quando um lutador treina com uma lutadora, muito cuidado e respeito com elas. É certo que muitas lutadoras são extremamente fortes, mas normalmente os homens são mais fortes, mais pesados. Então, começam aí os cuidados. Atenção nas pegadas e ganchos. Respeito a essas lutadoras que somam à nossa arte suave para que o esporte siga em crescimento.

Até pouco tempo, era um esporte quase que exclusivamente masculino. Há pouco tempo que elas estão tendo mais visibilidade e reconhecimento de mídias, patrocínios e até das marcas, que já produzem quimonos, rashguards e acessórios focados no público feminino. Quimonos cor de rosa são um exemplo disso. Assim, sempre é bom termos no dojo lutadoras dividindo o treino conosco.

Há muito tempo, o UFC move multidões por conta de lutas entre as mulheres, e o Jiu-Jitsu já começa a ter suas referências femininas, que inspiram mais e mais mulheres aos tatames. Quando treinamos com uma lutadora, temos de levar em conta e equalizar nossa força. Lutar com atenção. Ainda é um esporte muito masculino, então ainda tem muito a ser trabalhado. Alguns lutadores não absorvem bem a derrota, imagina então ser finalizado por uma mulher? É difícil para muitos absorver isso.

Temos de treinar, mas sempre com cuidado. Não precisa impor o golpe no vigor físico. Use mais a técnica. Treine com mais estratégia e treine mais solto. Exigir nos treinos é importante para o desenvolvimento, independentemente se elas são competidoras ou não. Mas como professor, perceba se tem certas lutadoras que elas evitem treinar. Se não querem, respeitem, pelo menos é o que faço aqui na minha academia. É importante que elas se sintam à vontade e treinem felizes, porque assim se sentirão bem e provavelmente mais mulheres entrarão no dojo.

O mais difícil é ter um número inicial de lutadoras, depois, normalmente, outras surgirão, chamadas pelas amigas ou até mesmo uma futura lutadora procurando lugar para treinar. Se sentirá mais encorajada a treinar quando encontrar ali outras mulheres para treinar. A defesa pessoal para as mulheres é tão importante quanto para os homens, e é mais um ponto a ser muito trabalhado com elas, pois o assédio hoje em dia é grande em qualquer hora e lugar, em qualquer classe social.

Temos de incentivar as mulheres a treinarem, e o primeiro passo é fazer com que se sintam à vontade no dojo. Sem ter de ouvir coisas desnecessárias, piadas ou comentários grosseiros. Acredito que a força feminina nos tatames ainda tem muito a mostrar nos campeonatos e MMA, e acredito que cada vez mais teremos muitas das nossas guerreiras arrebentando no cenário mundial das lutas.

Para mais informações, acesse o meu Instagram pelo link https://www.instagram.com/luizdiasbjj/ ou entre em contato pelo e-mail geracao.artesuave@yahoo.com.br. Boa semana e bons treinos. Oss!

Deixe uma resposta