Em busca do primeiro ouro no Mundial, Lucas Pinheiro quer acabar com ‘monopólio’ no peso-galo; confira

    Dois nomes monopolizam a categoria peso-galo há quase dez anos. Mas um amazonense de 23 anos, radicado em Dallas, nos Estados Unidos, quer dar um ponto final nisso. Após conquistar quatro medalhas de ouro na temporada, além de um honroso vice-campeonato no Pan-Americano, o faixa-preta Lucas Pinheiro chega confiante em busca de seu primeiro título no Mundial de Jiu-Jitsu, que começa nesta quinta-feira (1º) e vai até domingo (4) em Long Beach, na Califórnia, Estados Unidos.

    * Após superar lesão que quase comprometeu sua carreira, Lucas Pinheiro visa ouro no Mundial: ‘Muito focado’

    “Meus treinos foram ótimos para esse mundial. Treinei o máximo que eu pude, me alimentei muito bem e fiz um ótimo trabalho de preparação física. Depois que eu fiz a final do Pan com o Bruno Malfacine e a final do Miami Open contra o João Miyao, eu venho focando mais nos detalhes de posição, na defesa de berimbolo, raspagem de lapela… Pode ter certeza que eu vou brigar por cada posição, por cada detalhe, e estou pronto para todas as situações que acontecerem durante a luta. Estou focado, preparado, feliz e ansioso para competir”, disse Lucas.

    lucaspinheirojiujitsu
    Lucas Pinheiro vai em busca do seu primeiro ouro na disputa do Mundial da IBJJF (Foto Cooper Neill)

    As chaves da faixa-preta já saíram e Lucas analisou todos os cenários possíveis. No sábado, ele terá pela frente o japonês Takahito Yoshida, a quem venceu no Mundial do ano passado. Caso avance, o brasileiro volta aos tatames apenas no domingo e restará apenas três lutas para conquistar o seu objetivo.

    “No ano passado, a minha primeira luta também foi contra o Yoshida e, graças a Deus, eu ganhei. Espero que eu consiga o mesmo resultado para avançar às quartas-de-finais. Dando tudo certo, eu enfrento nas quartas o Aniel Bonifácio. Nunca o enfrentei, mas uma coisa é certa: ele tem que estar muito preparado para lutar comigo, porque eu vou dar o meu melhor. Vencendo, provavelmente enfrentarei o Caio Terra na semifinal. É um atleta que eu respeito muito, um campeão mundial. Nunca o enfrentei. Estou ansioso, pois quero lutar contra os melhores. Caso a gente se enfrente, será uma grande luta. Vou dar o meu melhor para chegar a final”, analisou.

    Oito vezes campeão mundial, Bruno Malfacine está do outro lado da chave e é o favorito para chegar a mais uma final. Na disputa pelo ouro do Pan-Americano deste ano deu Malfacine, mas Lucas está confiante que poderá dar o troco em uma possível final no mundial.

    “Sei que o Malfacine é o favorito ao título, mas esse ano eu vim para surpreender todo mundo. Quero gravar meu nome como campeão mundial nos galos”, encerrou o casca-grossa.

    1 COMENTÁRIO

    1. Sempre na torcida por vc meu amigo, o acompanho desde muleque, ainda nos tempos no Clube Pina, deve ter me finalizado uma 1000X rsrsrsrs. Espero q consiga seus objetivos, é um muleque esforçado, humilde e gente boa. Rumo a mais uma vitória e que Deus te acompanhe.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome