Jiu-Jitsu

Sergio Cohen celebra sucesso de seminário de Jiu-Jitsu ao exército de Israel: ‘Foi muito bom’

Faixa-Preta do Grande Mestre Carlson Gracie, Sergio Cohen dedicou boa parte de sua vida a arte suave. O discípulo da família Gracie chegou a disputar campeonatos importantes, mas resolveu dar um tempo nas artes marciais para abrir o seu próprio negócio. No entanto, em 2016, com apoio de Alexandre Café e Amauri Biteti, o lutador regressou aos treinos nos tatames.

10
Sergio Cohen comandou o seminário na academia do Belfort (Arquivo Pessoal)

Embalado e motivado com o retorno, Sergio produziu um seminário aos combatentes e ex-combatentes do exército de Israel, na moderna academia de Vitor Belfort, seu amigo de treino e ex-campeão do UFC, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, em janeiro deste ano.

“O seminário foi muito bom, teve a presença do Alexandre Café e do Ido Pariente de Israel. A academia do Vitor Belfort é muito estruturada para receber o seminário. Fiz um seminário legal de defesa pessoal, para saber se defender em cima, em baixo, no corpo a corpo que acontece em guerra. (para do exército de Israel)”, contou com exclusividade à TATAME.

De origem judaica, Cohen recebeu o convite de Ido Pariente, um dos principais nomes das artes marciais de Israel e responsável pelo crescimento da arte suave no país, com uma excelente academia de Jiu-Jitsu e MMA. Assim, o brasileiro tem a oportunidade de passar adiante os ensinamentos de seu mestre Carlson, com quem teve o privilégio de morar na Califórnia, nos Estados Unidos.

Deixe uma resposta