Coberturas MMA UFC

Raphael Assunção prega respeito por Marlon, mas avisa: ‘Acho que tenho um pouco mais de vantagem’

Um dos confrontos mais esperados para o UFC Rio, que acontece neste sábado (3), certamente, é entre os brasileiros Raphael Assunção e Marlon Moraes. Ambos se encaram na última luta do card preliminar e o pernambucano sabe que, mesmo que seu oponente seja um estreante no Ultimate, o combate será duro.

Marlon, antes de assinar com UFC, já se destacava no WSOF, onde foi campeão incontestável dos pesos-galos. Enquanto o carioca fazia um barulho nesse evento, Assunção vinha bem no Ultimate, contudo, acabou sendo parado em uma revanche contra TJ Dillashaw, mas recuperou-se com uma vitória sobre Aljamain Sterling.

Assunção
Assunção e Marlon tiveram uma encarada um pouco tensa (Foto: Reprodução)

Em entrevista para a TATAME, Assunção pregou o merecido respeito pelo seu próximo oponente, mas acredita ter uma leve vantagem sobre o ex-campeão do WSOF.

“Sempre queremos terminar a luta antes do tempo. Somos dois oponentes bem carimbados na categoria. Acho que eu tenho um pouco mais de vantagem”, declarou.

Confira a entrevista com Assunção abaixo:

– Preparação e pronto para o que acontecer

Eu estou bem, graças a Deus. Finalmente, eu estou pegando um ritmo legal de competição. Eu treinei tudo para impor o meu jogo. Independentemente do que ele (Marlon) for fazer da especialidade dele, eu treinei de tudo. Eu estudei, nós sempre ficamos de olho nas características dos oponentes. Não tem muito (detalhe), ele é mais da parte em pé.

– Estudo sobre as características de Marlon

Como qualquer outro oponente (oferece perigo na trocação). Tão quanto o TJ Dillashaw, que movimenta, muda de base. Acho que já vi esse filme outras vezes. Lógico que, com todo respeito, tem que manter o foco e tal, eu sempre falo sobre o respeito a todos os lutadores, mas eu acho que estou preparado para tudo.

– Vitória sobre um ex-campeão do WSOF

Ele sendo um ex-campeão mundial (campeão do WSOF), e vitória é uma vitória, né?! Assim, ele sendo ex-campeão, acho que sim, eleva o meu status na categoria (dos galos).

CARD COMPLETO:

UFC 212
Sábado, 03 de junho de 2017
Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro

Card Principal

José Aldo x Max Holloway
Claudinha Gadelha x Karolina Kowalkiewicz
Vitor Belfort x Nate Marquardt
Paulo Borrachinha x Oluwale Bamgbose
Erick Silva x Yancy Medeiros

Card Preliminar

Raphael Assunção x Marlon Moraes
Antônio Cara de Sapato x Eric Spicely
Johnny Eduardo x Mathew Lopez
Iuri Marajó x Brian Kelleher
Viviane Sucuri x Jamie Moyle
Luan Chagas x Jim Wallhead
Marco Beltrán x Deiveson Alcântara

Deixe uma resposta