Ex-UFC e Bellator, War Machine é condenado à prisão perpétua por agredir a ex-namorada; veja e opine

    O lutador Jon Koppenhaver, popularmente conhecido como “War Machine“, que soma passagens por eventos como o UFC e Bellator, teve definida, na última segunda-feira (5), a sua sentença depois de atacar sua ex-namorada, a atriz pornográfica Christy Mack, e um amigo de Mack, Corey Thomas, caso que veio à tona em 2014. Por conta do ato, o americano, hoje com 35 anos, foi condenado à prisão perpétua, tendo a possibilidade de receber a liberdade condicional depois de 36 anos recluso.

    Vale salientar que, em março deste ano, War Machine já havia sido considerado culpado em 29 de incríveis 34 acusações envolvendo seu nome. Tais queixas feitas sobre o lutador se referem, principalmente, além de tentativa de homicídio, agressão sexual, sequestro e coerção, entre outros.

    warmachine
    War Machine foi condenado à prisão perpétua na última segunda-feira (Foto Keith Mills)

    Koppennhaver, que não luta profissionalmente no MMA desde 2013, quando foi derrotado por Ron Keslar no Bellator 104, estava preso desde agosto de 2014, uma semana após o ataque a Christy Mack e Corey Thomas. No crime cometido, o lutador invadiu a residência da atriz e, ao encontrar o casal, começou a agredi-los. Na ocasião, War Machine causou diversos ferimentos a Thomas, como uma fratura no nariz, um ombro deslocado, marcas de mordida e hematomas, enquanto Mack sofreu fratura nas costelas e no fígado, além de ter seus dentes quebrados. É preciso ressaltar ainda que a atriz fugiu para a casa de um vizinho quando o lutador revelou que procuraria uma faca para matá-la.

    Dono de um cartel de 14 vitórias e cinco derrotas no MMA profissional, Jon Koppenhaver foi participante do TUF 6 e realizou dois combates pelo Ultimate. No Bellator, o norte-americano fez três apresentações, mas foi demitido pela organização após a notícia da agressão contra sua ex.

    2 COMENTÁRIOS

    1. 35 anos de condenação foi pouco pelo que ele fez a essas duas pessoas. Ainda mais se levarmos em conta o fato de que a garota é sua ex-namorada, pessoa com quem ele já manteve relações. MORDIDAS! Excede o que a gente entende como brutalidade, chega a ser animalesco.
      Tomara que ele tenha a flor do cu arrombada diariamente na cela ao longo desses 35 anos.

    2. Acho que o homem não deve bater em mulher, porque a mulher é mais frágil, não tem como se defender. O que o cara fez é errado, mas, a pena que lhe impuseram é desproporcional. Como ele é lutador, sabe se defender, penso que a pena mais proporcional ao seu ato seria coloca-lo em um octogon junto com um leão faminto. Assim poderíamos ver a performance dele, e saber se realmente ele está apto a voltar a lutar no octogon.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome