Coberturas Jiu-Jitsu Mundial 2017

Por troféu para Bruno Malfacine, nove vezes campeão mundial, Gabi Garcia dispara contra IBJJF; leia e opine

14
Post de Gabi contra a IBJJF  (Foto reprodução)

Atualmente no MMA, Gabi Garcia fez história na arte suave, principalmente no Mundial de Jiu-Jitsu da IBJJF, anualmente realizado na Califórnia (EUA). Nesta última edição, que terminou semana passada, a lutadora do Rizin FF acompanhou o evento de perto e se manifestou nas redes sociais contra a “falta de reconhecimento” da organização diante de alguns ícones do esporte, como Bruno Malfacine, que chegou ao nono título mundial na categoria peso-galo.

Em uma publicação nas suas redes sociais, Gabi Garcia opinou sobre o tema e disparou críticas contra a IBJJF, responsável pela organização do evento.

“Recordista mundial em títulos em uma categoria. Se o campeão do absoluto recebe um troféu, é justo o maior campeão também receber, IBJJF. Motive os verdadeiros ídolos”, postou a faixa-preta multicampeã na arte suave.

2 comentários

  1. cara odeio a GABI GARCIA, E UMA PESSOA ARROGANTE, ESTRESSADA, DIFÍCIL E QUE EU PARTICULARMENTE EVITO E SEMPRE EVITEI CONTATO MAS, PELA PRIMEIRA VEZ ELA FALOU ALGO POSITIVO E PRODUTIVO: O MALFA E UM GUERREIRO SEM IGUAL E DEVERIA SER RECONHECIDO POR ISSO…

  2. Malfaço e sem dúvidas merece todos os méritos, porém sem sentido dizer que ele seria valorizado por 1 troféu que é dado por outro motivo e na categoria mais importante. Se fosse pra valoriza-lo, seria colocar o nome dele em algum lugar especial ligado ao jiu-jítsu ou um prêmio em dinheiro.

Deixe uma resposta