MMA UFC

‘Acho que o árbitro poderia ter continuado’, afirma Yancy sobre interrupção em vitória contra Erick

Por Diogo Santarém e Mateus Machado

No confronto que abriu o card principal do UFC Rio, realizado no último sábado (3), surpresa e um pouco de polêmica. Logo no início da luta, Yancy Medeiros colocou pressão e aplicou um knockdown em Erick Silva, que caiu, mas não apagado. O havaiano, então, partiu pra cima com tudo, castigando Erick no ground and pound. Apesar do sufoco, o brasileiro tentava reagir e dava sinais de vida. O árbitro, porém, não viu dessa forma, e para a revolta de Erick, declarou nocaute técnico de Yancy.

Em entrevista após o duelo, Yancy comentou sobre a interrupção no segundo round da luta. Segundo o havaiano, o árbitro se precipitou: “Honestamente, eu achei que o árbitro poderia ter continuado com a luta. Esse não é o meu trabalho, respeito o Erick, mas o árbitro achou que era hora de parar. Por mim, acho que poderia ter continuado, mas esse é o meu trabalho, foi o que eu fiz”.

Subindo na divisão dos meio-médios após duas vitórias consecutivas por finalização -, Yancy projeta o seu próximo passo. E segundo ele, seu sonho é uma luta no Havaí, ao lado dos familiares e amigos.

Yancy Medeiros vem de duas boas vitórias por finalização (Foto UFC Getty Images)

“Eu não escolho lutas, não peço por ninguém em específico, mas gosto de acompanhar os meus irmãos (entre eles Max Holloway). O que vem agora, gostaria que levassem o UFC ao Havaí, por favor Dana. Me deixem lutar na frente do meu povo, é tudo que eu peço”, disse, antes de complementar sobre o título do amigo Max Holloway, novo campeão peso-pena do Ultimate.

“Nós treinamos todos os dias juntos, vejo aquela cara feia todo dia (risos). Somos irmãos, e pra mim isso é um grande orgulho. O Havaí é uma ilha pequena, então um feito com o do Max com certeza representa muito para nós, para o nosso povo”, garantiu o havaiano.

Por fim, Yancy Medeiros não descartou uma revanche com Erick Silva, pediu pela luta em casa e revelou sua torcida pela volta dos irmãos Diaz, especialmente Nate: “Deem o dinheiro pra ele, e ele fará a luta. É isso, ele merece. Deem o dinheiro para o Nate”, encerrou o lutador.

Deixe uma resposta