WGP Curitiba: estreia na cidade tem disputa de cinturão e lutas extras com estrelas do Kickboxing

    WGP Kickboxing (Foto: Divulgação)

    Conhecido por ser o berço da trocação no Brasil, a cidade de Curitiba recebe pela primeira vez uma edição do WGP Kickboxing, maior evento da modalidade na América Latina. No próximo dia primeiro, o público paranaense terá a oportunidade de acompanhar uma edição para lá de especial, com disputa de cinturão entre Paulo Tebar e Guilherme Sanchos pelos super-leves (até 64,5kg) e outras duas lutas especiais que prometem fazer história. Os curitibanos Ariel Machado e Jhonata Diniz, dois dos principais nomes do kickboxing brasileiro, encaram o argentino Lucas Alsina e o paraguaio Carlos Meza, pela divisão dos pesados (até 94,1kg) e super-pesados (+94,1kg), respectivamente, em lutas bônus que vão acontecer após a disputa do título.

    18
    Essa será a primeira vez que o evento vai acontecer em Curitiba (Foto: Divulgação)

    Após subir de categoria, Tebar disputa cinturão com Guilherme Sanchos

    Ex-campeão dos leves, o paulistano Paulo Tebar terá mais um grande desafio pela frente. Após abrir mão do cinturão dos leves para subir de categoria por conta do agressivo corte de peso da divisão dos 60kg, o lutador terá a chance de voltar a ostentar um título da organização. Tebar vem de vitória sobre Wilson Djavan no WGP #36, em duelo que marcou sua estreia na divisão dos super-leves e agora encara Guilherme Sanchos na briga pelo posto de campeão da categoria de cima.

    Adversário do paulistano, Guilherme Sanchos conquistou a chance pela sua performance e profissionalismo no WGP. O gaúcho de Porto Alegre foi derrotado por Anderson Buzika no seu último duelo, em combate que valia o cinturão interino da categoria – na época Falcão ainda era o campeão linear -, mas Buzika não bateu o peso-limite e a conquista de título foi anulada, segundo prevê as regras da WAKO PRO (World Association of Kickboxing Organizations), entidade que chancela o evento. Com isso, a organização entendeu que o mais justo era a presença de Sanchos diante de Tebar, já que o retrospecto do lutador é extremamente positivo. Aos 25 anos, Sanchos possui 44 lutas na carreira, com 38 vitórias e apenas seis derrotas.

    Estrelas do Glory lutam em casa diante de pedreiras sul-americanas em lutas bônus 

    Para coroar a estreia no berço da luta em pé no Brasil, o WGP Curitiba conta ainda com outras presenças especiais. Nas lutas bônus programadas pelo evento para depois do combate principal, fechando em grande estilo o card, dois nomes muito reconhecidos no cenário internacional. Os curitibanos Ariel Machado e Jhonata Diniz terão pela frente o argentino Lucas Alsina e paraguaio Carlos Meza, em combates peso-pesado e super-pesado, respectivamente. Ambos os brasileiros são lutadores do Glory, maior evento da modalidade no mundo, mas enquanto Ariel vai para seu terceiro combate no WGP, Jhonata faz a sua estreia.

    Challenger GP dos super-leves define novo desafiante da categoria 

    O evento conta ainda com um Challenger GP da divisão dos super-leves. Em uma das semifinais o também paranaense da capital, Inglesson de Lara, encara o paulista Vinicius Bereta, da renomada equipe União ABC, enquanto na outra chave o curitibano Jordan Kranio encara Samuel Pereira, também paranaense, mas de Arapongas, no interior do estado.

    De lados opostos nas chaves os conterrâneos Inglesson e Jordan tem trajetórias parecidas. Enquanto o primeiro tem 22 anos e faz sua estreia no WGP respaldado por um cartel de 13 vitórias e apenas duas derrotas, o segundo, aos 23 anos, também é estreante no evento e está invicto na carreira com 12 triunfos em 12 duelos disputados. Ambos são nomes muito conhecidos do kickboxing no sul do país.

    Seus adversários já são velhos conhecidos do evento. O paulistano Vinicius Bereta fez sete das 11 lutas da carreira no WGP e vem de vitória sobre Petros Cabelinho na última edição do evento, de número 37. Bereta é conhecido pela sua técnica e o vasto repertório de golpes dentro do ringue. Já Samuel Pereira vive ótima fase na organização. Com 100% de aproveitamento em três duelos disputados, o paranaense soma vitórias sobre Eduardo Borba, Robson Minotinho e Wellington Lopes. O lutador é o mais experiente entre os quatro participantes do GP, com 31 anos, e soma 17 vitórias em 21 lutas disputadas na carreira. O card completo conta ainda com outras superlutas e um undercard repleto de atletas da região.

    CARD COMPLETO

    WGP Curitiba
    Círculo Militar do Paraná (Largo Bittencourt, 187 – Centro, Curitiba/PR)
    Sábado, 1 de julho de 2017

    Card Principal

    Bonus Fight 1
    Peso Pesado (94,1 kg)
    Ariel Machado (Hemmers Gym / CWB Fight Club – BRA) vs Lucas Alsina (Picante Fight Club – ARG)

    Bonus Fight 2
    Peso Super-Pesado (+94,1 kg)
    Jhonata Diniz (Santa Fé Team – BRA) vs Carlos ‘Cliford’ Meza (Team Fight Center / Team Pain – PAR)

    Main Event: WGP Super Lightweight Title Bout
    Peso Super-Leve (64,5 kg)
    Guilherme ‘Ceará’ Sanchos (Ceará Team) vs Paulo Tebar (Veras TK / CT Viscardi Andrade)

    Challenger GP: Final
    Peso Super-Leve (64,5 kg)
    Vencedor da Semifinal 1 vs Vencedor da Semifinal 2

    International Super Fight
    Peso Casado (73 kg)
    Rafael Teixeira (Teixeira Team / ARENA – BRA) vs Sebastian ‘Tata’ Martino (Don Team -ARG)

    Super Fight
    Peso Meio-Médio (71,8 kg)
    Max Koubik (Yamauchi Team) vs Anderson ‘Buzika’ (Inside Munil Adriano)

    <b>WGP Super Fights</b>

    Challenger GP: Semifinal 2
    Peso Super-Leve (64,5 kg)
    Samuel Pereira (Ponto 1 Fight) vs Jordan Kranio (Teixeira Team/ARENA)

    Challenger GP: Semifinal 1
    Peso Super-Leve (64,5 kg)
    Vinicius Bereta (União ABC) vs Inglesson de Lara (Free Spirit)

    Super Fight
    Peso Super-Leve (64,5 kg)
    Petros ‘Cabelinho’ Freitas (World Strong Fight Team) vs Sebastian ‘Seba’ Juarez (Team Sud Atlantico – ARG)

    Super Fight
    Peso Leve (60 kg)
    Fabricio Zacarias (Immortal Fight Team) vs TBA

    COMPARTILHAR

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome