Após nocaute em luta de Boxe e hemorragia cerebral, ex-lutador do UFC morre aos 34 anos; veja

    Tim Hague fez sua estreia pelo UFC em 2009, contabilizando uma vitória e quatro derrotas (Foto UFC)
    Tim Hague fez sua estreia pelo UFC em 2009, contabilizando uma vitória e quatro derrotas (Foto UFC)

    Após sofrer um duro nocaute em uma luta de Boxe na última sexta-feira (16), em Edmonton, no Canadá, no último domingo (18), foi confirmada a morte do lutador Tim Hague. A informação do falecimento do canadense, que já teve passagem pelo UFC, veio através de um comunicado feito por sua família.

    Tim Hague fez sua estreia pelo UFC em 2009, contabilizando uma vitória e quatro derrotas (Foto UFC)
    Hague fez sua estreia pelo UFC em 2009, contabilizando uma vitória e quatro derrotas (Foto UFC)

    Hague chegou ao hospital Shaw Conference Centre na sexta-feira em estado crítico após a derrota para o ex-jogador de futebol americano Adam Braidwood. No duelo em questão, o lutador peso-pesado recebeu inúmeros knockdowns nos dois rounds de combate, todavia, o árbitro da luta não declarou o nocaute até que Tim Hague ficasse “apagado” no ringue. Vale ressaltar que, de acordo com o jornal “Edmonton Journal”, o lutador sofreu uma hemorragia cerebral. Segundo a mesma publicação, a Comissão Atlética de Edmonton pretende abrir uma investigação sobre o caso e a expectativa é que a entidade peça relatos de árbitros, médicos e inspetores que estiveram em serviço no dia da luta.

    Nascido em maio de 1983, Tim Hague faleceu aos 34 anos. O canadense fez sua estreia no MMA profissional em 2006 e, em seu cartel profissional, contabilizou 21 vitórias e 13 derrotas. Pelo Ultimate, o lutador fez seu debute em 2009, vencendo Pat Barry com uma finalização no primeiro round. Todavia, em seus três duelos seguintes, foi derrotado por Todd Duffee em apenas 7 segundos, no nocaute mais rápido da história do UFC, e por Chris Tuchscherer e Joey Beltran, respectivamente.

    COMPARTILHAR

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome