Bellator MMA

Prestes a encarar Sonnen, Wanderlei relembra briga no TUF e diz: ‘Maior rivalidade do MMA’

Uma das grandes rivalidades da história do MMA chegará ao seu ponto máximo no próximo sábado (24). Isto porque Wanderlei Silva e Chael Sonnen, após uma intensa troca de provocações nos últimos anos, enfim, vão resolver as diferenças dentro do cage, na luta principal do Bellator 180, que será realizado em Nova York, nos Estados Unidos.

A rivalidade entre o brasileiro e o americano começou quando ambos foram treinadores da terceira temporada do reality show “The Ultimate Fighter”. Na ocasião, ambos chegaram, inclusive, às vias de fato em um dos episódios, após Chael empurrar Wanderlei. Depois disso, um confronto entre os lutadores havia sido marcado para acontecer no UFC 175, em julho de 2014, todavia, os atletas tiveram problemas em relação ao doping e o combate foi cancelado. Prestes a ter o “falastrão” pela frente no cage, o “Cachorro Louco”, em entrevista ao USA Today Sports, comentou sobre a rivalidade com Chael.

Wanderlei Silva e Chael Sonnen chegaram às vias de fato nas gravações do TUF Brasil (Foto Reprodução)
Wanderlei  e Chael Sonnen chegaram às vias de fato nas gravações do TUF Brasil (Foto Reprodução)

“Esta é a maior rivalidade do mundo do MMA. É uma das últimas rivalidades reais. Ele falou coisas ruins sobre meu país, falou algumas coisas ruins sobre os meus amigos. Depois disso, não gosto dele. Existem algumas pessoas que você gosta, algumas que você não gosta. Dele, eu não gosto”, declarou Wanderlei. Logo depois, Sonnen relembrou o episódio em que brigou com Silva nas gravações do TUF.

“Wanderlei sabia que iria me atacar naquele dia e eu não tinha ideia do que estava acontecendo. Me lembro de lutar com Wanderlei e ele estava me atingindo na parte de trás da cabeça. Nunca me passou pela mente de que um de seus amigos entraria junto na briga. Me recordo de ter ficado muito chateado com isso”, disse Sonnen. Posteriormente, foi a vez de Wanderlei dar a sua versão sobre o caso.

“Ele foi o cara errado da história porque me tocou primeiro (com um empurrão). Ele me empurrou. Isso foi suficiente para mim. Como o meu pai costuma dizer: ‘Você nunca pode brincar com um homem”.

Com um cartel de 35 vitórias e 12 derrotas em seu cartel profissional, Wanderlei Silva, atualmente com 40 anos, além do duelo contra Sonnen, precisará lutar também contra a falta de ritmo de luta, já que não faz um combate profissional desde março de 2013, quando derrotou Brian Stann. Já o americano, que possui a mesma idade do “Cachorro Louco”, entrou em ação pelo Bellator em janeiro deste ano, sendo derrotado por Tito Ortiz ainda no primeiro round com uma finalização. Apesar do longo tempo sem lutar, o brasileiro acredita que terá um “fácil” desafio pela frente.

“Será (uma luta) muito fácil. Espero que ele faça melhor essa luta (em relação à derrota para Tito Ortiz no duelo passado), porque eu quero lutar dois ou três rounds e apenas vencê-lo”, projetou Wanderlei.

CARD COMPLETO:

Bellator 180
Sábado, 24 de junho de 2017
Madison Square Garden, em Nova York (EUA)

Wanderlei Silva x Chael Sonnen
Fedor Emelianenko x Matt Mitrione
Douglas Lima x Lorenz Larkin
Michael Chandler x Brent Primus
Aaron Pico x Zach Freeman
Phil Davis x Ryan Bader
James Gallagher x Chinzo Machida
Neiman Gracie x Dave Marfone
Heather Hardy x Alice Yauger
Ryan Couture x Haim Gozali
Jerome Mickle x Anthony Giacchina
John Salgado x Hugh McKenna
Matt Rizzo x Sergio da Silva
Bradley Desir x Nate Grebb

Deixe uma resposta