Coluna Treino Certo: os tipos de preparação física e suas especificidades; confira o artigo

    Em seu novo artigo, Ítallo Vilardo fala sobre os tipos de preparação física (Foto TATAME)
    Em seu novo artigo, Ítallo Vilardo fala sobre os tipos de preparação física (Foto TATAME)

    Por: Ítallo Vilardo 

    Quando falamos de preparação física, pensamos sempre em treinamentos físicos e exercícios, mas ela é muito mais que isso, é composta por outros fatores e vai além de deixar o atleta treinado (ou infelizmente, em alguns casos, deixar cansado).

    A preparação física se divide em quatro fatores básicos:

    – Treinamento físico.
    – Preparação técnica.
    – Preparação tática.
    – Preparação psicológica.

    Vou falar um pouco sobre cada uma delas, mostrando seus objetivos e competências. O treinamento físico tem como objetivo melhorar as características físicas, tais como força, resistência e potência. Fica a cargo única e exclusivamente do preparador físico (profissional de educação física) e trabalha de acordo com o planejamento geral do atleta.

    Em seu novo artigo, Ítallo Vilardo fala sobre os tipos de preparação física (Foto TATAME)
    Em seu novo artigo, Ítallo Vilardo fala sobre os tipos de preparação física nas lutas (Foto TATAME)

    Preparação Técnica é composta pelos fatores técnicos da própria modalidade e tem como objetivo melhorar e refinar a qualidade técnica. Ela tem como responsável o professor da modalidade em si. Pode ser trabalhada dentro do treino físico, no sentido de melhorar um desempenho muscular, a fim de melhorar um movimento, por exemplo: melhorar a força do quadril para melhorar as defesas de queda. Ela deve ser feita, de preferência, fora do período competitivo. Deve-se aproveitar o período sem competição para evoluir nessa parte, principalmente no MMA.

    Preparação Tática é composta pelo estudo das regras e scouts da competição e adversário. Estudar o modelo competitivo é fundamental para obter êxito. Saber qual o tempo de duração da luta, tempo de intervalo entre elas, provável número de lutas, estudo dos adversários, técnicas preferidas e movimentações. Trabalho de estratégia de competição e estratégia de lutas… Diversos fatores que influenciam diretamente no resultado, pois daí criamos os scouts de treinos e passamos a trabalhar de acordo com eles. A reunião dessas informações, análises e tabulações, ficam a cargo do preparador físico e são repassadas aos treinadores de cada modalidade e ao Head Coach da equipe. Os treinos passam a ser baseados nesses scouts. Vale lembrar que o grande técnico Bernardinho revolucionou o Vôlei usando esse tipo de trabalho. O Judô também trabalha muito com os scouts dos adversários e destina uma equipe somente para análise de filmagens e estudo de competições.

    Preparação psicológica: o treino sempre funciona como fator motivante, e serve para o atleta acreditar nele mesmo, mas em níveis mais avançados (nível mais profissional), ela deve ser feita por um profissional capacitado, um psicólogo especializado em esportes faz toda a diferença. Reúna o máximo de informações que conseguir, controle o máximo possível os fatores internos, planeje ao máximo, para não planejar falhar! O esporte de alto rendimento exige cada vez mais de profissionais capacitados, treinos mais específicos e mais direcionados.

    Como sempre digo: “Treino duro, luta dura, treino CERTO, luta fácil”. Fiquem de olho nas nossas mídias sociais para mais dicas. Duvidas? Entre em contato!

    Itallo Vilardo – Excelência em preparação física para lutas. www.itallovilardo.com

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome