Kickboxing Notícias do Sul

Em dez anos, Thai Gaspar Team teve lutador no UFC e líder enfatiza lema: ‘Formar campeões’

Por: Yago Rédua

Há dez anos, Charles Prebianca dava um importante passo para ao fundar a Thai Gaspar Team, na cidade e Gaspar, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina. O objetivo do professor de Muay Thai era apenas um: formar campeões. O treinador contou, em entrevista exclusiva à TATAME, que a falta de patrocínios atrapalha um pouco, mas que o “boom” da modalidade no Brasil foi importante para aumentar o nível de campeonatos.

58
Thai Gaspar é uma das grandes escolas de Muay Thai de Santa Catarina (Foto: Reprodução)

“O crescimento do Muay Thai no Brasil hoje é muito importante. A única dificuldade nossa é a falta de patrocínio por esse esporte. Aqui no Brasil nós temos vários atletas bons. Temos diversos lutadores que competem na Tailândia e lutam de igual para igual, que é o esporte raiz de lá. A modalidade cresceu no país de forma errada. Tem muitas academias que pagam professores para ministrar aulas que não são capacitados. Há três, quatro, cinco anos atrás, o Muay Thai não era tão falado e, de 2015 para cá, explodiu e muita gente procura. O crescimento tem o seu lado bom, porque crescem os eventos, campeonatos e se destaca quem faz o certo”, apontou Charles, que organiza o Gaspar Fight Show.

Fruto do árduo trabalho de toda a equipe da Thai Gaspar Team, alguns atletas já competiram em eventos internacionais, como Alberto Uda, que teve passagem pelo UFC. No entanto, outros nomes podem chegar em breve as principais competições mundiais de MMA, como Luciano Oliveira, Ricardo Sasseman e Fernando Giacometi, como contou Charles. Para isso, o professor apontou para a excelente estrutura que fornece aos atletas.

“A minha academia hoje é um local de artes marciais completo. O principal foco é o Muay Thai e o MMA, mas temos Boxe, Karatê, Jiu-Jitsu, Submisson, entre outras artes marciais. Tudo que um atleta precisa na arte marcial ele achará aqui. Trabalhamos sempre com os professores formados, para manter o respeito e disciplina e formar campeões”, encerrou.

um comentário

Deixe uma resposta