Impressionado, pai e mestre da Brasa revela experiência com filho no Festival Kids da CBJJD: ‘Perfeito’

    O Festival Kids tem o comando do professor Maurício Abreu (Foto: Click Art'Suave)

    Por: Yago Rédua

    No começo deste mês de julho, no Rio de Janeiro, a CBJJD organizou o Campeonato Brasileiro, a quarta etapa do ranking. O Festival Kids vem se tornando cada vez mais tradicional nos eventos da Confederação e, também, da FJJD-Rio, que são comandados pelo professor Maurício Abreu. César Kazulu, líder de uma das filiais da Brasa, conversou com à TATAME e disse que ficou impressionado com organização e estrutura do evento. O mestre afirmou que desejava colocar o seu filho, de quatro anos, para competir, mas tinha receio. No entanto, quando conversou com Rogério Gavazza, presidente da FJJD-Rio, se sentiu mais seguro.

    FOTO FESTIVAL NO BRASILEIRO
    O Festival Kids tem o comando do professor Maurício Abreu (Foto: Click Art’Suave)

    “Eu faço parte da equipe Brasa, uma equipe mundialmente conhecida, e entramos em vários campeonatos, que hoje em dia tem federações, confederações. Então, vamos colocando nossos atletas onde os campeonatos são organizados e muitos os eventos deixam a desejar. E aí eu falei: Vamos colocar lá na FJJD-Rio. Eu falei com o Gavazza, que é de fácil contato, bom de diálogo. Ele me disse que era bem organizado, no entanto, nós já entramos pessimistas nos eventos com uma série de fatores, horário, muita gente, arbitragem. Eu entrei com o meu filho de quatro anos, lá em casa o esporte é obrigatório. Um esporte ele terá que fazer, não precisa ser Jiu-Jitsu, mesmo eu e minha mulher sendo faixas-pretas. Ele começou a fazer Judô e começamos a dar pitaco de Jiu-Jitsu para ele”, comentou Cesar, que seguiu relatando as impressões que teve sobre o Brasileiro.

    “Então, pintou a oportunidade e nós o inscrevemos no Brasileiro da CBJJD. Eu estava muito pessimista, não achava que seria tão organizado como foi, peso por peso, idade por idade e ele só tem quatro anos. Mas me surpreendeu muito a organização do campeonato, fechadinho a arena. Ele nunca tinha ficado sozinho. A minha expectativa era que ele chorasse, ele não chorou, porque ele ainda é um bebê. A didática dos professores foi perfeita, o pessoal que ajudou foi excelente. Achei perfeito a estrutura e organização, principalmente para as crianças. É fundamental ter campeonatos desse nível para que possamos colocar os nossos filhos. Vou fazer propaganda (risos). Até o adulto, eu achei nota 1000. Eu coloquei 16 atletas, fiz oito pódios, não teve reclamação de arbitragem, horários e cronogramas perfeitos. Achei perfeito. Não deixa a desejar para nenhuma federação e foi um evento de alto nível”, encerrou.

    Já conhece o App da TATAME para celular e o nosso shopping virtual? Clique e saiba mais!

    No dia 12 agosto, também no Clube Municipal, acontece a quinta etapa do ranking do Circuito Rio Mineirinho, o Troféu Rio. As inscrições ficam abertas até o dia 4 de agosto e é a oportunidade dos lutadores se manterem na disputa do ranking por uma vaga no World Pro e em etapas do Grand Slam de Los Angeles ou Londres.

    Para se inscrever: clique aqui

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome