Tayane Porfírio celebra participação no Gracie Pro e diz: ‘Dará bastante visibilidade e vai crescer muito’

    Tayane Porfírio foi o grande destaque feminino do New York BJJ Pro (Foto: Yago Rédua/TATAME)

    Por Yago Rédua

    Na atual temporada, Tayane Porfírio fez história e conquistou o Grand Slam da IBJJF (Europeu, Pan-Americano, Brasileiro e Mundial) com ouro duplo em todas as competições. Desta maneira, a atleta da Alliance vem ganhando visibilidade e foi chamada para participar do Gracie Pro, que  acontece no próximo fim de semana, no Parque Olímpico. Em entrevista à TATAME, a lutadora comentou sobre a chance de disputar o evento e a oportunidade do Rio voltar a receber um torneio deste nível.

    11
    Tayane Porfírio disse que ficou surpresa com o convite de Kyra para disputar o Gracie Pro (Foto Yago Rédua/TATAME)

    “A minha participação no Gracie Pro foi inesperada, eu não esperava. Fui convidada pela Kyra (Gracie) e fiquei muito feliz em receber uma mensagem para participar de um evento dela. Eu vejo que o Mundial deveria ser dois anos aqui e dois anos nos Estados Unidos. Tem muita gente que não tem condições de viajar para fora e tem muito brasileiro que não tem visto e que tem grandes chances de ser campeão mundial, mas não tem a oportunidade de lutar lá fora. Acho que o Gracie Pro dará bastante visibilidade a isso e vai crescer muito, porque são os ‘Gracie’s’ (risos), os maiores nomes do Jiu-Jitsu. Vale muito a pena lutar neste campeonato”, comentou Tayane, revelando para quem vai torcer na superluta entre Roger Gracie e Marcus Buchecha, mais event do show.

    “Roger Gracie (risos). Não tem como torcer pelo Buchecha dentro da casa da família Gracie (risos)”, confirmou a jovem lutadora, mostrando um enorme entusiasmo por participar do Gracie Pro.

    No último sábado (15), em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, Tayane participou do seminário da lenda Renzo Gracie. A lutadora destacou a “experiência” adquirida e disse que vai usar os ensinamentos nas suas próximas competições.

    “Acho que a experiência foi o maior aprendizado. No Jiu-Jitsu, nós estamos sempre para aprender e aprender isso como uma grande lenda é mais importante ainda. Porque, hoje em dia, vemos um Jiu-Jitsu berimbolo, bem mais avançado do que antigamente. Antes, o Jiu-Jitsu era bem mais efetivo e não tinha tanta besteira como tem hoje em dia, acho que mudou muito. Acho que as posições dele são muito efetivas e vou usar bastante a partir de agora (risos)”, encerrou a jovem.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome