Líder da Infight aponta equilíbrio do Mineirinho e exalta premiações: ‘Estimula a fidelização’

    André Gustavo (Foto: Click Art'Suave)

    Por Yago Rédua

    A corrida pelo ranking do Circuito Rio Mineirinho 2017 está cada vez mais disputada. No próximo dia 12, no Clube Municipal, na Zona Norte do Rio, será realizada a quinta etapa, o Troféu Rio. Para esta edição, cada vitória pode ser crucial para conquistar o objetivo: as passagens para competições da UAEJJF. Entrevista à TATAME, Rogério Poggio, líder da Infight, disse que não irá colocar mais atletas em outras categorias para tentar “dificultar” a trajetória dos adversários do André Gustavo.

    14
    André Gustavo venceu o desafio entre estados realizado no Campeonato Brasileiro (Foto Click Art’Suave)

    “Não pensamos muito dessa forma, ainda mais em relação ao André. Ele é um cara muito talentoso. Está muito bem, ganhou o ranking ano passado e é um dos favoritos para conquistar o ranking neste ano. Acredito que sozinho ele possa dar conta do recado. Porque ele vem muito bem, entra para finalizar as suas lutas, deixa até o lado da pontuação de lado. É legal assisti-lo lutando”, comentou Poggio, afirmando que está em um equilíbrio muito forte nesta temporada.

    “Eu não acompanho muito os atletas das outras equipes, fico focado na galera aqui da Infight. Além do André Gustavo, tem o Luis, no master 2 faixa-preta, super-pesado, ele vem de um luta acirrada com o Leo Macaco Branco, é muito legal assistir aos dois lutando. É um cara que é muito duro também, parece que tem duas vitórias para cada. Estão disputando etapa a etapa. Com certeza, a própria GFTeam, que sempre coloca muitos atletas, eles devem ser os campeões esse ano, mas a Infight está aí correndo por fora, buscando a vice-liderança. Particularmente, está sendo um ano bom para mim, eu consegui competir as três etapas que eu lutei, ganhei e estou nessa briga para tentar conquistar a primeira posição do ranking”, apontou o experiente faixa-preta.

    Sobre as premiações e organização da FJJD-Rio, Poggio fez elogios ao crescimento, evolução e a valorização que a federação tem dado aos lutadores de Jiu-Jitsu atualmente.

    “Acho que o Gavazza (presidente da FJJD-Rio) fez uma escolha certeira com essa parceria que ele vem fazendo. O evento está com uma estrutura legal, muito bem organizado. A entrada do staff também tem ajudado bastante, são pessoas com gabaritos, como o próprio Márcio de Deus, que também é professor da Infigth, mas é um dos coordenadores do evento, como o Sylvio Behring, Carlão Barreto, o Rogério tem uma equipe muito boa. Como o Jiu-Jitsu ainda é um esporte amador, todo o tipo de premiação que você der, vai prender as pessoas lutando o seu circuito, diante de tantas federações que você tem no Rio de Janeiro. Então, isso estimula a fidelização dos lutadores”.

    As inscrições para o Troféu Rio ficam abertas até o dia 4 de agosto, e é a oportunidade dos lutadores se manterem na disputa do ranking por uma vaga no World Pro e em etapas do Grand Slam de Los Angeles ou Londres, todos eventos da UAEJJF. Para informações ou se inscrever: clique aqui.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome