WGP #39: Challenger GP decide novo desafiante dos meio-médios com duelos internacionais

    WGP desembarca no Espírito Santo com promessas de grandes batalhas (Foto: Divulgação WGP)

    A estreia do WGP Kickboxing no Espírito Santo será neste sábado (22), na Arena Vitória, será recheada de emoções e trará uma mescla de atletas estreantes com outros nomes já bem conhecidos dos fãs de Kickboxing. Como o paulistano Marcelo Dionisio, ex-desafiante ao título dos meio-médios (até 71,8kg), e o capixaba Weber Shrek, que vão novamente atrás do troféu do Challenger GP da categoria. Os adversários nas semifinais são o mexicano Luis Castañeda, atleta muito reconhecido no cenário do seu país, e o argentino Sebastian Martino, que impressionou em sua estreia no evento, na última edição em Curitiba. O debute do WGP em terras capixabas tem ainda a anfitriã Barbara Nepomuceno diante da paranaense Val Stanski na luta principal da noite pelo cinturão dos super-médios feminino (+70kg).

    316801_716393_release
    WGP desembarca no Espírito Santo com promessas de grandes batalhas (Foto: Divulgação WGP)

    Weber Shrek aposta no fator casa diante de argentino

    Natural de Vila Velha, na Grande Vitória, Weber Shrek atuará pela primeira vez em casa. Experiente no evento com sete apresentações, ele possui 16 vitórias em 21 lutas disputadas. Atualmente tendo que dividir a rotina como lutador em dono de sua própria lanchonete, ele revela animação com a possibilidade de atuar diante de toda sua família e amigos. “Lutar em casa vai ser um estímulo a mais. A galera vai estar toda do meu lado e isso com certeza vai dar um gás a mais na hora de lutar. É só motivação, não me sinto nem um pouco pressionado”, afirma Shrek, que é membro da Team Big G, do mestre Guto Nasser, e companheiro de treino da estrela principal da noite, a campeã Barbara Nepomuceno.

    Argentino da capital Buenos Aires, Sebastian Martino chega para sua segunda aparição no WGP em menos de um mês. Ele estava na última edição do evento, em Curitiba no último dia 1º de julho ao vencer outro atleta da casa, o experiente Rafael Teixeira. Aos 26 anos, Martino tem um retrospecto de 28 vitórias em 36 combates e faz seu segundo no duelo no Brasil. “O último WGP foi um dos melhores eventos que eu já participei. Muito bem organizado e com um público que participa bastante. Quando entrei no ringue esqueci todo esse clima e apenas fiz meu trabalho do jeito que eu sei. Foi uma luta linda e uma grande alegria ganhar de um rival duro como o Rafael, fora de casa”, relembra a última participação.

    Marcelo Dionisio volta ao GP para nova chance de encarar Ravy Brunow

    Natural de São Paulo capital, Marcelo Dionísio nunca teve uma vida fácil no esporte. Treinado por Tadeu San Martino, um dos grandes nomes do Kickboxing nacional, ele terá uma nova chance de lutar pelo título da categoria dos meio-médios após ser derrotado pelo atual campeão Ravy Brunow na sua última participação. “Fui chamado de última hora, mas estou sempre treinando. Só dei uma focada maior e um gás nesse final. Estou fazendo bastante sparring e uma preparação física diferente. A motivação é por ter uma oportunidade a mais. Na luta contra o Ravy eu estava em uma situação pior porque tinha passado por uma cirurgia e mesmo assim consegui lutar. Dessa vez estou bem e inteiro. É sempre um aprendizado. Tento sempre corrigir os erros e estou conseguindo a cada luta que passa”, afirma Dionísio.

    Aos 28 anos, o paulistano tem uma carreira consolidada no kickboxing. Com um total de 23 lutas na carreira ele soma 17 vitórias e apenas seis derrotas. Antes de encarar Ravy Brunow, Dionísio venceu a outra edição do Challenger GP da categoria, inclusive derrotando Weber ‘Shrek’ que dessa vez está na outra semifinal. O primeiro adversário é o mexicano Luis Castañeda. “Vou lutar com um atleta novo. Não conheço pessoalmente, mas já vi uns vídeos dele na internet. Ele é completo, chuta e soca bem. Os mexicanos são bons no boxe e ele bate duro e rápido. A estratégia é ir para cima”, confira.

    Aos 31 anos, o mexicano da capital Luis Castañeda não só vai fazer sua estreia no WGP como vai ser a primeira vez que virá ao Brasil. Muito reconhecido em seu país ele carrega consigo números de respeito. Já foram 59 lutas disputadas, com 40 triunfos, 17 reveses e dois empates.

    “Não conheço nenhum dos adversários e para falar a verdade nem sei quem vou enfrentar primeiro. Estamos acostumados a trabalhar para encarar qualquer lutador que vier pela frente. A ideia é fazer uma luta técnica e mais inteligente para não ter nenhuma lesão para a luta final. É a minha primeira vez no Brasil e isso me emociona muito. É um país reconhecido mundialmente por ter os melhores eventos e lutadores de artes marciais, além de outros esportes de contato”, afirma.

    O evento conta ainda com a disputa do título dos super-médios feminino entre Barbara Nepomuceno e Val Stanski. Além disso tem superlutas recheadas de atletas locais e de destaques do cenário sul-americano, com os duelos entre o chileno Felipe ‘Artillero’ e o capixaba Denis Souza Junior e entre os brasileiros Ramon Rozendo e Guilherme Lyrio.

    WGP #39: Vitória

    Arena Vitória, Av. Mal. Mascarenhas de Moraes, 2100 – Bento Ferreira, Vitória – ES
    Sábado, 22 de julho de 2017
    Horário: 18h30 Undercard / 21h Card principal
    Ingressos disponíveis em www.eventim.com.br

    WGP #39: Card Principal

    Main Event: Disputa de Cinturão WGP Kickboxing

    Peso Super-Médio Feminino (+70 kg)

    Barbara Nepomuceno (Team Big G) vs Val Stanski (On Prime Fight Team)

    Co-Main Event: Challenger GP Final

    Peso Meio-Médio (71,8 kg)

    Vencedor da Semifinal 1 vs Vencedor da Semifinal 2

    International Super Fight

    Peso Leve (60 kg)

    Felipe ‘Artillero’ (Company Top Fight – CHI) vs Denis Souza Jr. (Coliseu Fight Club – BRA)

    Super Fight

    Peso Super-Leve (64,5 kg)

    Ramon Rozendo (Chacal Fight) vs Guilherme Lyrio (Team Big G)

    Challenger GP: Semifinal 1

    Peso Meio-Médio (71,8 kg)

    Luis ‘Wicho’ Castañeda (Kato’s Gym – MEX) vs Marcelo Dionísio (San Martino Fight Team – BRA)

    Challenger GP: Semifinal 2

    Peso Meio-Médio (71,8 kg)

    Sebastian Martino (Don Team – ARG) vs Weber ‘Shrek’ (Team Big G – BRA)

    Super Fight

    Peso Meio-Médio (71,8 kg)

    Antonio Luciano (Team Hunter / FX Fight Team) vs Felipe Siqueira (BOT / Team Big G)

    Super Fight

    Peso Leve Feminino (60 kg)

    Aline Pereira (Peso Pesado Team) vs Rayane Vieira (Team Big G)

    Super Fight

    Peso Super-Pesado (+94,5 kg)

    Laélcio Queiroz (Chute Boxe Floripa) vs Abner Rodrigues (Head Coach / Team Big G)

    Super Fight

    Peso Pena Feminino (56 kg)

    Daiana Torquato (Chute Boxe Floripa) vs Meiry Ellenn Porto (CT Mult Fight)

    WGP #39: Undercard

    Super Fight

    Peso Super-Médio (78,1 kg)

    Jonathan ‘Bombeiro’ Ramos (Top Team Brasil) vs Fernando ‘SAMU’ Medeiros (Team Big G)

    Super Fight

    Peso Pesado (94,1 kg)

    Renan ‘Shampoo’ (CT Mult Fight) vs Paulo Ricardo Fiusa (Team Striker)

    Super Fight

    Peso Super-Leve (64,5 kg)

    Paulo Henrique Candeia (Dragões Combat) vs Patrick Santos (Showtime)

    Super Fight

    Peso Super-Leve (64,5 kg)

    Joshua Marcelino (CT Serra) vs João Paulo (Coliseu Fight Club)

    Super Fight

    Peso Pena Feminino (56 kg)

    Adriene Gaigher (Força Fight) vs Francielly Silva (KF4)

    Super Fight

    Peso Casado (57 kg)

    Maik Bruno (Dragões Combat) vs Andrey Simões (Coliseu Fight Club)

    Super Fight

    Peso Meio-Médio (71,8 kg)

    Leonardo Oliveira (CT Serra) vs Henrique Madureira (Team Big G)

     

    COMPARTILHAR

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome