Em duelo histórico no Gracie Pro, Roger Gracie finaliza Buchecha e anuncia aposentadoria do Jiu-Jitsu

    Roger Gracie teve muita calma e técnica para finalizar Buchecha pelas costas (Foto: FloGrappling)
    Roger Gracie teve muita calma e técnica para finalizar Buchecha pelas costas (Foto: FloGrappling)

    Realizado neste domingo (23), na Arena Carioca 1, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, o Gracie Pro terminou com um desfecho histórico para os fãs da arte suave. Em confronto que levou o público presente ao delírio, o lendário Roger Gracie saiu vencedor sobre Marcus Buchecha ao finalizar seu adversário com um estrangulamento pelas costas, o que gerou uma grande festa dos torcedores e também de grande parte da família Gracie, que invadiu o tatame para comemorar com Roger.

    Muito emocionado, ainda no tatame após a luta, Roger Gracie aproveitou para anunciar sua aposentadoria do Jiu-Jitsu. O multicampeão procurou deixar claro que não pretende mais lutar na arte suave, logo, sua vitória sobre Marcus Buchecha foi a última como profissional na modalidade.

    Roger Gracie teve muita calma e técnica para finalizar Buchecha pelas costas (Foto: FloGrappling)
    Roger Gracie teve muita calma e técnica para finalizar Buchecha pelas costas (Foto: FloGrappling)

    Mostrando muita técnica, Roger finaliza Buchecha pelas costas

    O confronto, como esperado, mostrou muito estudo e respeito por parte dos dois lutadores. Quem tomou a primeira ação foi Marcus Buchecha, que com sua característica mais explosiva, tentou de todas as formas levar Roger Gracie para o chão, mas o veterano soube conter o ímpeto do paulista. Mostrando sua tradicional calma, Roger traçou a estratégia de puxar para a guarda e, desta forma, definiu a luta. Com uma técnica refinada, o Gracie fez a transição para as costas, estabilizou a posição e finalizou Buchecha, que foi forçado a dar os três tapinhas.

    Tayane Porfírio brilha e finaliza adversária

    Atual campeã ouro duplo do Grand Slam (Mundial, Pan-Americano, Europeu e Brasileiro), Tayane Porfírio foi uma das grandes estrelas do Gracie Pro. Na final do absoluto nas faixas marrom/preta, a estrela da Alliance não deu brechas e, rapidamente, pegou o braço de Jessica Swanson, da Soul Fighters, e finalizou a luta com uma americana, ainda nos primeiros momentos do confronto.

    Final do absoluto masculino faixa-preta levanta a torcida

    Na final do absoluto masculino na faixa-preta, Gustavo Saraiva teve um início avassalador e foi impondo seu jogo sobre Isaque Paiva. Deste modo, o lutador, cerca de 20kg mais pesado que seu oponente, abriu 9 a 0. No entanto, precisando dar a volta por cima, Isaque, que venceu a divisão dos penas no torneio, pegou as costas no último minuto e, por pouco, não finalizou o adversário. Gustavo soube controlar o ímpeto de Isaque e, desta forma, saiu com o ouro.

    Grandes duelos nas categorias na faixa-preta

    Na decisão do peso-pena, após uma luta muito técnica, o casca-grossa Isaque Paiva, da Saikoo, derrotou Luciano Queiroz, da GFTeam, por 4 a 2. Já nos super-pesados, Rafael Bragança, da Equipe Gavazza, finalizou Irailson Gama, da Halavanca, com uma kimura. Nos meio-pesados, Jeancemy Silva, da Jiu-Jitsu For Life, venceu a luta com uma mata-leão encaixado sobre Luis Felipe, da Gustavo Saraiva, e ficou com o ouro.

    Na decisão dos plumas, a medalha dourada ficou com Luiz Eduardo, da Pitbull, na decisão dos árbitros, após a luta com Wallace Henrique, da Marcio Rodrigues, terminar empatada. Também por decisão, Marcos Junior, da GFTeam, superou Gidalsio Santana, do Instituto Reação.

    Na decisão dos médios, Alexandre Cavalieri dominou o combate e ficou com o título após superar Jayan Castro por 4 a 0. Nos pesadíssimos, a fera do UFC Antônio Braga Neto, da Gordo Jiu-Jitsu, mostrou todo o valor do seu Jiu-Jitsu ao finalizar Antônio Assef, da GFTeam, com uma kimura. Tricampeão mundial na faixa-preta, Celsinho Venicius impôs o seu jogo e venceu Lucas Araújo por 9 a 0, um dia antes se completar 13 anos como faixa-preta.

    Jessica Swanson e Maiara Angelica brilham

    Entre as mulheres, Jéssica Bate-Estaca, atleta do UFC, foi derrotada na final dos médios pela também faixa-marrom Maiara Angelica, da Luiz Paulo JJ. Já no meio-pesado, Jessica Swanson, da Soul Figthers, levou a melhor sobre Glacia Braga, da Gracie Barra, com uma kimura.

    RESULTADOS COMPLETOS

    Faixa-preta masculino:

    Peso-pluma: Luiz Eduardo derrotou Wallace Henrique na decisão dos árbitros
    Peso-pena: Isaque Paiva derrotou Luciano Queiroz por 4 a 2 nos pontos
    Peso-leve: Celsinho Venicius derrotou Lucas Araújo por 9 a 0 nos pontos
    Peso-médio: Alexandre Cavalieri derrotou Jayan Castro por 4 a 0 nos pontos
    Peso-meio-pesado: Jeancemy Silva finalizou Luis Felipe com um mata-leão
    Peso-pesado: Marcos Junior derrotou Gildasio Santana por decisão
    Peso-superpesado: Rafael Bragança finalizou Irailson Gama com uma kimura
    Peso-pesadíssimo: Antônio Braga Neto finalizou Antônio Assef com uma kimura
    Absoluto masculino: Gustavo Saraiva derrotou Isaque Paiva por 9 a 0 nos pontos

    Faixa-marrom/preta feminino:

    Peso-médio: Maiara Angelica derrotou Jéssica Bate-Estaca por 9 a 0 nos pontos
    Peso-meio-pesado: Jessica Swanson finalizou Glacia Braga com uma kimura
    Absoluto feminino: Tayane Porfírio finalizou Jessica Swanson com uma americana

    Superluta: Roger Gracie finalizou Marcus Buchecha com um estrangulamento pelas costas

     

    6 COMENTÁRIOS

    1. Jiu-jitsu finalizador, ganhava os campeonatos finalizando e não de buscar pontos ou vantagens… Roger é o melhor indiscutivelmente.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome