Nomes de peso entram em ação no primeiro dia do Gracie Pro; Roger e Buchecha duelam neste domingo (23)

    Roger Gracie e Marcus Buchecha fazem aguardado confronto neste domingo (Foto: Felipe Fiorito)
    Roger Gracie e Marcus Buchecha fazem aguardado confronto neste domingo (Foto: Felipe Fiorito)

    Um grande festival de Jiu-Jitsu. Assim foi a abertura do Gracie Pro no último sábado (22), na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Centenas de lutas movimentaram os tatames montados no espaço, com atletas de todas as faixas e divisões de peso em ação. Neste domingo (23), as atenções se voltam para a superluta entre Roger Gracie e Marcus Buchecha, a revanche de Jiu-Jitsu mais aguardada do século XXI.

    O primeiro dia de atividades do Gracie Pro começou com um grande festival de Jiu-Jitsu infantil. Kyra Gracie comandou as ações, acompanhada pelo seu marido, Malvino Salvador, e pela filha mais velha do casal, a pequena Ayra, de 3 anos. O público mais jovem aproveitou todas as atrações que o evento preparou para ele. No total, 820 crianças passaram pelo evento, entre competições, clínicas e seminários de Jiu-Jitsu e brincadeiras no “espaço kids”.

    Com a proposta de apresentar um novo conceito de evento à comunidade do Jiu-Jitsu, unindo lutas de alto nível técnico, estrutura grandiosa e entretenimento, o Gracie Pro também proporcionou um encontro de gerações no tatame. Enquanto os pequenos ainda dão seus primeiros golpes na arte suave, Helvecio Penna, aos 56 anos de idade, se lançou ao desafio competindo na categoria adulto, servindo de exemplo para todos presentes na arena. No total, o evento recebeu mais de 1.400 atletas.

    “Desde que nasceu a ideia de criar o Gracie Pro, sempre tivemos como meta oferecer ao público e ao atleta uma experiência única no Jiu-Jitsu. Quero oferecer o que não tive em meus tempos de atleta. Em nosso primeiro dia, acredito que cumprimos esse objetivo. Foi um verdadeiro festival da modalidade, unindo gerações. Tivemos grandes lutas, finais emocionantes, um esquenta para o domingo, que será inesquecível”, comemorou Kyra, organizadora do Gracie Pro.

    Lutadores faixas-pretas consagrados brilharam no tatame no primeiro dia do Gracie Pro. Atual campeã mundial, Tayane Porfirio está na final do absoluto contra Jessica Constance. Braga Neto, ex-lutador do UFC, encara Antônio Assef na final da categoria pesadíssimo, enquanto Celsinho Venicius mede forças contra Lucas Araújo na decisão dos leves. Mesmo competindo contra adversárias graduadas faixas-preta, a faixa-marrom Jessica Bate-Estaca, atleta do UFC, está na final da categoria e enfrenta Maiara Angelica. As decisões começaram a partir das 10h (horário de Brasília) deste domingo.

    Tayane Porfírio está na final do absoluto e luta neste domingo (23) (Foto: Carlos Arthur Jr)
    Tayane Porfírio está na final do absoluto faixa-preta e luta neste domingo (23) (Foto: Carlos Arthur Jr)

    Com a faixa-roxa na cintura, o narrador e apresentador Rhoodes Lima vestiu o quimono e foi à luta. Competindo pela categoria peso-médio máster 2, sob os olhares de Marcus Buchecha, ele chegou à final, mas acabou derrotado.

    Roger e Buchecha levantam a galera

    Escalados para a superluta da primeira edição do Gracie Pro, os únicos decacampeões mundiais de Jiu-Jitsu, Roger Gracie e Marcus Buchecha, estiveram na Arena Carioca 1 e convocaram os fãs para o aguardado embate. O público respondeu positivamente ao chamado, e foi à loucura com a presença dos astros.

    “Amanhã, a história será escrita no melhor palco possível para isso ser feito, que é o Rio de Janeiro, cidade onde minha família disseminou o Jiu-Jitsu para o mundo”, bradou Roger. “Estou honrado por fazer parte dessa história. Nós faremos um lutão para os fãs”, garantiu Buchecha.

    Roger Gracie e Marcus Buchecha fazem aguardado confronto neste domingo (Foto: Felipe Fiorito)
    Roger Gracie e Marcus Buchecha fazem aguardado confronto neste domingo (Foto: Felipe Fiorito)

    Os dois se enfrentaram em 2012, mas o desafio terminou empatado. Agora, com tempo limite de 15 minutos e contagem de pontos, seguindo as regras da Federação Internacional de Jiu-Jitsu Brasileiro (IBJJF), um vencedor será declarado. O fato de ter um deles com o braço erguido ao final do embate aumenta a expectativa dos fãs.

    1 COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome