Confirmado no GP da IBJJF, Dimitrius Souza exalta premiação: ‘Motiva muito mais’; confira

    Dimitrius Souza é uma das feras confirmadas para a disputa do GP da IBJJF, em agosto (Foto: Reprodução)
    Dimitrius Souza é uma das feras confirmadas para a disputa do GP da IBJJF, em agosto (Foto: Reprodução)

    Por Mateus Machado

    Marcado para acontecer no dia 26 de agosto, em Las Vegas, nos Estados Unidos, o GP dos Pesados da IBJJF promete mais uma edição repleta de grandes combates para os fãs de MMA. Nomes de destaque da modalidade, como Marcus Buchecha, André Galvão, Leandro Lo, João Gabriel Rocha, Mahamed Aly e Ricardo Evangelista garantem uma disputa de qualidade em busca do prêmio de 40 mil dólares, que será dado ao vencedor do torneio.

    Outra fera que está confirmada na competição é Dimitrius Souza. O atleta da Alliance, que vem de bons resultados conquistados recentemente, falou sobre o convite que recebeu para disputar o GP, os adversários de alto nível no torneio, a premiação em jogo e a expectativa para a competição.

    Confira a entrevista na íntegra com Dimitrius Souza.

    – Convite para disputar o GP da IBJJF

    Esse convite surgiu através do Fábio (Gurgel), a IBJJF entrou em contato com ele, me oferecendo essa última vaga do GP. Fiquei amarradão e prontamente foi aceito o convite. Ainda perguntei para o Fábio o que ele achava de eu lutar esse GP, e ele disse que seria uma ótima oportunidade de fazer uma forcinha (risos). Então é isso, convite aceito e vamos lá, fazer o melhor.

    Dimitrius Souza é uma das feras confirmadas para a disputa do GP da IBJJF, em agosto (Foto: Reprodução)
    Dimitrius é uma das feras confirmadas para a disputa do GP da IBJJF, em agosto (Foto: Reprodução)

    – Lutar em um GP com atletas consagrados do Jiu-Jitsu

    É muito legal estar participando no mesmo evento dessas grandes feras. Na verdade, como eu busco, de fato, esse reconhecimento que esses grandes adversários possuem, eu tenho que enfrentá-los, tenho que estar participando, tenho que estar nos eventos que eles estão presentes, e nada melhor que uma oportunidade como essa… Um GP dessa proporção, com todos esses atletas, então, é uma ótima oportunidade de ir lá, enfrentar eles mais uma vez e buscar o melhor resultado. A estratégia é a de sempre, sair na porrada com todos eles (risos). Não tem muito segredo, é ir lá, 10 minutinhos para resolver e vamos lá (risos)

    – Premiação de 40 mil dólares ao vencedor

    Com certeza, essa premiação motiva muito mais… 40 mil dólares ajuda a pagar algumas contas (risos). É importantíssimo. Claro que apenas um evento dessa proporção ao longo do ano, é muito pouco, mas é uma iniciativa. Entendo que, aos poucos, a Federação (IBJJF) está colocando esses eventos, essas premiações, já existem alguns campeonatos que já pagam uma premiação por categoria, por ranking, esse GP… Não é nem perto do que a gente precisa para, de fato, viver como atleta, viver do Jiu-Jitsu, mas eu entendo que é uma iniciativa, um bom começo e eu quero aproveitar, vou lá para brigar por esse dinheiro.

    – Bons resultados obtidos nos últimos campeonatos

    Eu venho de bons resultados. Fui campeão brasileiro fechando a categoria com um aluno meu, acabei medalhando no Pan-Americano e no Mundial, claro que não é o objetivo principal, que é estar no topo, mas eu sinto que estou no caminho. É lutar, participar de todos os eventos, ir atrás desses caras, que hoje são considerados os consagrados no esporte, sair na porrada com eles, ganhando ou perdendo… Acho que o certo, na verdade, é ganhando ou aprendendo. É dessa forma que eu vou conseguir alcançar o meu objetivo, que é ser campeão em todos os eventos que eu participe.

    – Planos e competições após o GP da IBJJF

    Eu estou tentando lutar o máximo de competições que eu conseguir, tentar pegar o melhor ritmo possível, enfrentar qualquer tipo de atleta, para que não haja surpresas na hora de estar disputando um evento grande, disputando um Pan-Americano, um Mundial, e não ter um adversário que eu não conheça, não ter jogo que eu não saiba, então essa é a ideia de eu estar disputando todos os campeonatos. Voltando do GP, o trabalho continua… Vou seguir percorrendo alguns Opens da IBJJF, além do Grand Slam da UAEJJF que vai ter aqui no Rio de Janeiro, e outros eventos que aparecerem, que eu ache interessante, eu vou disputar. O GP é algo muito importante, desde que eu fiquei sabendo, eu mudei um pouco a minha preparação física, o jeito de treinar, mas o trabalho continua, independentemente do resultado do GP.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome