Mestre Sylvio Behring realizará curso para Instrutores de Defesa Pessoal neste sábado (29), no Rio

    Mestre Sylvio Behring realizará evento neste sábado no Bope (Foto: Yago Rédua/TATAME)

    Por: Yago Rédua

    No próximo sábado (29), o Mestre Sylvio Behring, faixa-branca e vermelha de Jiu-Jitsu, irá ministrar um curso para instrutores de Defesa Pessoal da arte suave brasileira, no Bope, no bairro das Laranjeiras, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O cronograma do curso será dividido em duas etapas de sistema progressivo de Jiu-Jitsu e exercícios práticos, que vão aprofundar nas técnicas em todos os aspectos. Em entrevista à TATAME, o mestre relembrou o curso realizado na Globosat, há poucas semanas, que mostra a abrangência da verbalização para os seguranças.

    19
    Mestre Sylvio Behring realizará evento neste sábado no Bope (Foto: Yago Rédua/TATAME)

    “Primeiro eu quero parabenizar as pessoas responsáveis pela segurança do Globosat em buscar um curso que prioriza a verbalização, a qualidade de abordagem, ao invés de buscar outros treinamentos de seguranças ostensivos. Então, é uma iniciativa atual, moderna e assertiva. Todo o RH da Globosat e quem autorizou o curso, que aceitou e entendeu a proposta. Conseguimos em 40 horas fazer o primeiro curso de instrutores de GPCI, Gerenciamento Progressivo de Comportamento Inconveniente fora do Forbim, que era a nossa empresa de formação de vigilantes, que estava fazendo esse curso. Então, foi realmente uma conquista para todos nós. Eu fiquei muito satisfeito com a estrutura do curso que transformou toda aquela teoria em ação e realmente conseguiu atingir o objetivo de formar com excelência novos instrutores em uma matéria tão complexa como o GPCI. Foi um momento de conquista para gente”, apontou o Sylvio, contanto que as técnicas ensinadas a respeito da Defesa Pessoal de Jiu-Jitsu ajudam a prevenir ataques surpresas, por exemplo.

    “Na verdade, no grupo de gestores de segurança (da Globosat), eram cinco, nenhum deles tinha noção de Jiu-Jitsu ou Defesa Pessoal do Jiu-Jitsu brasileiro. Todos com passado no militarismo, mas nenhum com conhecimento de artes marciais mais profundo. Então, as técnicas foram simples, com técnicas de abordagem superior, de abordagens preventiva para não ser surpreendidos por agressões de surpresa. Valorizando o máximo a verbalização. Defesa Pessoal do Jiu-Jitsu ela entra com uma base bem estruturada para dar realmente o que o profissional de segurança precisa, para poder abordar com confiança e autoridade. Se não, ele não vai ter recursos nenhum físico e fica vendido. Ele não terá outra opção a não ser chamar a polícia. Damos então recursos mínimos para que ele não seja surpreendido com desiquilíbrio, por agressões de surpresas que podem ser danosas. Usamos sim o Jiu-Jitsu, mas de uma forma básica”, encerrou.

    As inscrições estão abertas até a próxima quinta-feira (27). Grupos de aluno da mesma academia possuem descontos, assim como ex-alunos do curso e também pessoas que trabalham como Staff dos eventos da FJJD-Rio. Para mais informações: clique aqui!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome