Card amador de MMA do DC Pro valerá contrato com o Shooto: ‘É uma valorização’; confira

    DC Pro (Foto: Divulgação)

    Por: Yago Rédua

    12
    DC Pro (Foto: Divulgação)

    No dia 26 de agosto, na Taquara, Zona Oeste do Rio de Janeiro, Daniel Cabral, professor de Jiu-Jitsu, fará um evento importante na sede de sua academia, a DC Fighters. O DC Pro contará com lutas de Muay Thai, Jiu-Jitsu, Submission e MMA em cards profissionais e amadores. Além disso, um dos principais objetivos é descobrir novos talentos que, ao fim do circuito, poderão assinar um contrato profissional para estrear pelo Shooto, que é liderado por Dedé Pederneiras, líder da Nova União e um dos maiores treinadores de MMA do mundo.

    “O evento surgiu de uma ideia após uma conversa com o Dedé Pederneiras, líder da Nova União, técnico do José Aldo. Uma parceria, onde surge como incentivo para o atleta de MMA amador. Assim, o lutador que participar das três etapas do DC Pro, a final do circuito, ganhará um contrato para estrear profissionalmente no MMA, pelo Shooto, que é o evento do Dedé (Pederneiras), e é um dos maiores do Brasil. É uma valorização ao atleta de MMA amador e estamos contando com um grande sucesso”, comentou Daniel, que contou um pouco sobre as premiações do DC Pro.

    “As premiações para os vencedores, como só terá luta casada, o campeão vai receber um troféu personalizado, com a logo do evento. Esperamos com isso, que possa valorizar ainda mais o evento, com essa premiação bacana que vamos premiar com o troféu, no card amador. Já no card profissional, serão pagos bolsas em dinheiro para os lutadores que vão disputar o evento”, apontou.

    Sobre o casamento de lutas, o líder da DC Fighters afirmou que tem uma rede de professores que o ajudam neste processo. Os confrontos também serão marcados seguindo uma criteriosa lista, que envolve idade, peso, categoria.

    “Eu tenho uma grade de professores que trabalham junto conosco e são parceiros nossos, também divulgamos no Facebook de forma bem bacana. A procura está sendo bem excelente. O casamento da luta será por faixa, peso, idade, isso vai depender da modalidade e das regras de cada uma. Consideramos todas as lutas principal da noite. O cara não vai participar de um chaveamento, ele vai participar de uma luta casada e vai se sentir um cara especial. Ele está indo lá fazer o seu duelo e o campeão sairá de lá com o troféu. No card principal, terá um atrativo a mais, colocaremos os resultados no Sherdog e depois que anunciamos isso, veio uma galera de nome me mandar currículo para participar. Vamos ter surpresas, porque termos lutadores de nomes participando do evento e vai fechar com chave de ouro”, encerrou.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome