Bisping pressiona GSP e diz que enfrentará Romero ou Whittaker caso luta não ocorra; confira

Publicado em 06/07/2017 por: Mateus Machado
Bisping pressiona GSP e diz que enfrentará Romero ou Whittaker caso luta não ocorra; confira Michael Bisping anunciou sua aposentadoria do MMA na última segunda-feira (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Atual campeão peso-médio do Ultimate, Michael Bisping não luta desde outubro do ano passado, quando derrotou Dan Henderson no UFC 204. Há praticamente nove meses sem pisar no octógono, o inglês vem sendo pressionado para defender seu título, no entanto, o confronto contra Georges St-Pierre, que estava marcado para acontecer, foi adiado depois que o canadense afirmou que precisaria de mais tempo para fazer seu retorno ao MMA.

Ciente de que precisa movimentar a categoria dos médios novamente, Bisping deu um ultimato a GSP. O inglês, em entrevista ao MMA Fighting, pediu para o canadense tomar uma atitude caso queira enfrentá-lo. Caso nada seja resolvido, Michael afirmou que vai enfrentar o vencedor do confronto entre Yoel Romero e Robert Whittaker, que se encaram neste sábado (8), pelo UFC 213.

Michael Bisping exigiu uma atitude de Georges St-Pierre sobre possível duelo (Foto Getty Images)

Michael Bisping exigiu uma atitude de Georges St-Pierre sobre possível duelo (Foto Getty Images)

“Eu fiz tudo que estava ao meu alcance. Falei com Dana White, expressei meu desejo de enfrentar GSP. Toda vez que falamos no telefone, eu digo: ‘Dana, está tudo muito bom, está tudo muito bem, mas e a minha luta com GSP?’. Eu fiz tudo o que pude. Se quer que isso aconteça, pegue seu telefone, ligue para alguém, mande mensagens, faça algo. Georges, acorda! Faça a ligação. Sei que você tem alguns problemas, mas ligue para Dana White. Se eu não puder dizer que vou lutar com GSP, então terei que dizer que vou lutar com Whittaker ou Romero. A contagem já começou”, disse Bisping, que voltou a falar sobre suas intenções de lutar contra St-Pierre.

“Era para eu lutar com GSP. Por que eu não lutaria com ele? Claro, seria um grande negócio. Ele é um cara que será considerado uma lenda dos meio-médios para sempre. Eu adoraria essa luta pensando no meu legado. Estivemos nisso um milhão de vezes. Agora, Dana diz que ele não quer a luta. Georges diz que ele quer, sim, a luta. Só sei que quero lutar, e se ainda pudermos promover esse confronto, então ótimo, estou dentro”, afirmou o campeão dos médios, que mostrou revolta com as críticas que vem recebendo por não defender seu título.

“Estou de saco cheio de ouvir todo mundo dizendo que eu não quero lutar. Honestamente, com quem vou lutar? Eu poderia não dar a mínima para isso. Se for GSP, Yoel ou Whittaker… Estou de saco cheio. Eu quero lutar. Eu preciso lutar. Meu joelho continua me trazendo problemas, mas quem se importa? Preciso lutar. Estou tirando as teias de aranha e me preparando. No fim do ano, um desses três vai conseguir a luta”, encerrou.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade