Em busca da ‘trinca’, Yamauchi analisa luta no Bellator 183: ‘Vencer de forma convincente’; veja

    Goiti Yamauchi vai em busca da terceira vitória consecutiva pelo Bellator (Foto: Bellator)
    Goiti Yamauchi vai em busca da terceira vitória consecutiva pelo Bellator (Foto: Bellator)

    Faixa-preta de Jiu-Jitsu e grande nome da divisão dos leves, Goiti Yamauchi está focado em seu confronto contra o americano Adam Piccolotti, que acontecerá no próximo dia 23 de setembro, no Bellator 183, em San Jose, Califórnia (EUA). O atleta, de 24 anos, buscará a 22ª vitória em seu cartel profissional e está mais confiante do que nunca para continuar sua jornada no MMA.

    “Vejo a luta acabando de apenas uma maneira: eu vencendo de uma forma muito convincente”, relatou o lutador. “Será uma versão irreconhecível minha entrando naquele cage”, enfatizou.

    Goiti conta ainda que seu treinamento junto à equipe está em um novo patamar de padrão e exigência: “Estamos aumentando o nível cada vez mais, treinando mais forte e de maneira inteligente. Estamos fazendo um bom trabalho para crescer ainda mais”, concluiu o jovem lutador.

    Goiti Yamauchi vai em busca da terceira vitória consecutiva pelo Bellator (Foto: Bellator)
    Goiti Yamauchi vai em busca de sua terceira vitória consecutiva pelo Bellator (Foto Bellator)

    Para o head coach da Yamauchi Team, Ossamu, a tranquilidade e autoconfiança do sobrinho vem justamente de sua obstinação e entrosamento no trabalho que realizam juntos há anos.

    “Estamos falando de alguém que não é apenas extremamente talentoso, mas também um verdadeiro artista marcial, disciplinado, incansável e inteligente; é um atleta em constante evolução. Não há nada que o Goiti se proponha a fazer que não seja feito com excelência e ele já está muito bem preparado para esse combate. Se a luta fosse semana que vem, ele já estaria pronto para entrar no cage e fazer uma apresentação de ouro”, garantiu o treinador e tio de Yamauchi.

    O confronto promete ser um dos pontos altos do card, não só pela trajetória de ambos os atletas na organização, mas também por acontecer no estado natal do americano. Goiti, assim como seu oponente, faz parte do Top 10 da categoria peso-leve do evento. O nipo-brasileiro tem o expressivo cartel profissional de 21 vitórias (15 delas no primeiro round) e apenas três derrotas, todas por decisão dos juízes. Já o invicto Piccolotti vem embalado em uma sequência de nove vitórias, porém, números não importam para o jovem Yamauchi, que dispara: “Não ligo muito para ranking ou sobre quem me derem para enfrentar. Eu sou feito para vencer, e seja contra quem, trabalharei para isso”.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome