Finfou cita dificuldades no trabalho de um árbitro, mas diz: ‘Nem todos conhecem 100% da regra’; entenda

    O faixa-preta Alan Finfou falou sobre o polêmico tema da arbitragem no Jiu-Jitsu (Foto: BJJ Heroes)
    O faixa-preta Alan Finfou falou sobre o polêmico tema da arbitragem no Jiu-Jitsu (Foto: BJJ Heroes)

    Por Mateus Machado

    Um dos assuntos mais recorrentes tratados no Jiu-Jitsu entre atletas e fãs da modalidade é sobre a arbitragem nas competições. Com a constante mudança nas regras e também com erros por parte dos árbitros em algumas situações, diversas críticas são feitas aos profissionais da função.

    Tido como um dos atletas mais experientes em ação na atualidade, o faixa-preta Alan Finfou é referência quando o assunto são temas relacionados à arte suave. Em entrevista exclusiva à TATAME, o multicampeão citou a dificuldade no trabalho de um árbitro e afirmou que nem todos os profissionais conhecem 100% da regra que é aplicada nos dias atuais, dando o seu posicionamento.

    O faixa-preta Alan Finfou falou sobre o polêmico tema da arbitragem no Jiu-Jitsu (Foto: BJJ Heroes)
    Faixa-preta Alan Finfou falou sobre a polêmica da arbitragem no Jiu-Jitsu (Foto BJJ Heroes)

    “Acho que o trabalho dos árbitros é algo muito difícil de ser feito, pois qualquer erro é fatal para um atleta. Pode acabar frustrando ou até mesmo destruindo o sonho de um lutador. Eu acredito que algumas partes da regra, hoje, são o que acabam complicando para o lado dos atletas e até mesmo dos árbitros. Eu tenho certeza que nem mesmo todos os árbitros conhecem 100% da regra”, disse Finfou, que também falou sobre outro tema bem discutido entre os praticantes de Jiu-Jitsu: em uma competição, é melhor lutar para finalizar ou para pontuar? E durante os treinos?

    “Finalização em competição é, absolutamente, o melhor a ser feito, sem dúvida! Mas nos treinos, é bom intercalar um pouco… Criar situações de risco ou fazer treinamentos específicos em alguns dias da semana, mas também ter dias de guerra nos treinos é muito bom e fundamental para um atleta”.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome