Boxe MMA UFC

Malignaggi detalha treino com Conor, foto de ‘nocaute’, e desmente irlandês: ‘Percebi o quanto é um idiota’

mcgregorboxe
Paulie Malignaggi falou sobre a polêmica foto publicada pela equipe de McGregor nas redes sociais (Foto reprodução)

A polêmica entre Conor McGregor e Paulie Malignaggi ganhou mais um capítulo, com o relato do ex-campeão de Boxe ao site MMA Fighting sobre a foto de um possível nocaute aplicado pelo irlandês. Paulie comentou o ocorrido e disse que, naquele momento, o campeão dos leves do UFC, que enfrentará Floyd Mayweather no próximo dia 26 de agosto, em Las Vegas (EUA), se irritou com uma sequência de golpes e queria uma pausa para “respirar”.

“O mais engraçado sobre a cena (foto) é que ela aconteceu em um dos piores momentos dele. Ele me empurrou para o chão para ter um tempo de descanso. No instante que fui ao chão, já me levantei e continuei provocando. Eu disse: ‘Cara, você precisa de uma pausa? Você não tem pausas aqui. Tome isso!’. E continuei indo pra cima dele e dando socos no corpo dele”, revelou o lutador, que ainda pediu para a equipe de McGregor não postar fotos nas redes sociais.

“Depois do sparring, achei que tínhamos tudo resolvido. Tiramos uma foto e todos se cumprimentaram. Nós tínhamos lutado 12 rounds, não interessava quem tinha vencido, há muito respeito quando você luta com alguém por 36 minutos. Nos vestiários, ele me disse ‘bom trabalho’ e eu respondi ‘sim, bom trabalho, Conor’. Eu pedi um favor a ele, para parar de postar fotos. Não sou como um parceiro de treinos normal, as pessoas sabem quem eu sou. A imprensa começa a me fazer perguntas que eu não quero ter que responder. Eu tenho que fazer ele parecer bem, eu queria fazer ele parecer bem, mas não podia fazer isso às minhas custas. E foi nesse momento que eu percebi o quanto ele é um idiota. Ele deu as costas pra mim e começou a rir”, apontou Malignaggi.

Ainda no relato, Malignaggi contou que foi chamado para participar de um sparring com Conor por 12 rounds. O próprio lutador afirmou que essa prática é incomum e disse que, normalmente, apenas o atleta que esteja escalado para alguma luta participa de todos os rounds, com outros parceiros de treinos intercalando entre um assalto e outro. Assim, gerando um desconforto maior no atleta.

Por fim, Malignaggi também afirmou que não foi autorizado a usar o celular e tão pouco ter o seu treinador no córner, diferente do irlandês. E segundo o campeão de Boxe nova-iorquino, Lorenzo Fertitta e Dana White – presidente – estavam presentes no sparring com Conor McGregor.

2 comentários

  1. O Paulie Malignaggi estava esperando o que de um lutador polêmico como o McGregor? Quem mandou ir treinar com ele? por enquanto, o McGregor está em evidencia, porque fala muito, bateu em todos os caras da categoria dele, por isso ele se encaixa perfeitamente no estilo americano. Mas, na hora que o McGregor perde, e isso provavelmente vai acontecer quando ele lutar com o Maywhether, aí o mesmo estilo americano vai simplesmente descartar o McGregor.

  2. Não se assustem se o McGregor nocautear o floyd Maywhether, ele sabe que não tem chance se a luta durar os 12 rounds e vai apostar todas as suas fichas nos 3 primeiros rounds.

Deixe uma resposta