Holm diz ‘sim’ para duelo contra Cyborg, mas impõe condições: ‘Preciso me valorizar’; entenda

    Assim que superou Tonya Evinger, no UFC 214, em julho deste ano, Cris Cyborg pediu ao Ultimate para que sua primeira defesa de cinturão fosse contra Holly Holm, ex-campeã dos galos e responsável por destronar Ronda Rousey, no UFC 219. E ao que tudo indica, a dona do cinturão dos penas está mais perto de ter o seu pedido atendido. Em entrevista à ESPN americana, “The Preacher’s Daughter” disse “sim” para o confronto, mas também fez as suas exigências.

    12
    Holm voltou a vencer no UFC após nocautear Bethe, mas próximo está aberto  (Foto Getty Images)

    “Estou publicamente dizendo: ‘sim, estou aberta à luta em 145 libras (peso-pena)’. Porém, eu não vou lutar em 135 libras (peso-galo) e depois no próximo mês ser: ‘Hei, você quer lutar contra Cyborg em 145?’ Estou disposta a lutar, mas eu quero ter um camp de treinamento completo. Meu contrato é de 135 libras. Então, se eles estão querendo uma luta como essa (145 libras), eu digo: ‘Vamos negociar’. Eu realmente sinto que essa luta, entre as mulheres, se não é a maior, é a que eles (UFC) podem promover da melhor forma. Eu não estou falando apenas de dinheiro, mas eu preciso me valorizar. Esta é uma grande luta e tenho certeza de que todos os envolvidos, a promoção, vão ganhar muito dinheiro. Então, eu espero mais dinheiro”, disparou Holly Holm, afirmando ainda que Cyrborg poderia descer para o peso-galo, se quisesse, ao contrário do que a brasileira diz.

    “Eu sei que ela fica um pouco irritada com as muitas lutadoras que estão ‘fugindo’ dela, mas há duas maneiras de olhar para Cyborg: todas estão fugindo dela ou ela está fugindo da divisão até 135 libras (peso-galo). Eu poderia descer até a divisão 125 libras (peso-palha) e desafiar todas as meninas. Ela já fez 140 libras… O que são cinco libras a mais para cortar? Se ela realmente quer lutar comigo, eu penso 100% que a Cyborg pode fazer 135 libras. Ela tem a minha altura exata”, encerrou Holm.

    8 COMENTÁRIOS

    1. a campeão é a Ciborg …. Essa ai não tem que exigir nada. Quer lutar pela cinta bata o peso, senão a fila anda.

      • Quem quer lutar com ela é a Cyborg e não o contrário. Então ela pode exigir sim kkkkk.
        Mas independente do peso, acho muito difícil HOJE alguém ganhar da Cyborg… Só se ela fizer idiotices para cortar peso e ficar fraca no dia da luta, de resto é a rainha do Octógono

    2. Mais uma arregona.. qnd a oponente na categoria 145 lib era a holandesa ela aceitou e apanhou.. agora q eh a cyborg vem com essa d q nao se sente bem no peso q ja lutou antes.. a verdade eh q elas ja treinaram juntas entao a holm ja sabe q apanha eai inventa isso agora..

    3. Me arrisco a dizer que a Holly Holm tem condições de vencer a Cris Cyborg tanto numa como na outra categoria, não se pode menosprezar uma lutadora que tomou o cinturão da Ronda Rousey no auge. Vejo esse casamento como ruim para ambas, porem, quem conseguir impor seu estilo leva. Luta é luta, e fora do octógono tudo é teoria.

    4. Já imaginou as duas na trocação franca?? Hmmm diliça.
      Em todo caso Horny Holm já está amarelando…por um lado ela tem condições de ganhar da Cyborg, principalmente se acertar um daqueles chutes, por outro lado ela é forte candidata a sair de maca se for tocar piano com a Cyborg.

      • Verdade… Seria uma trocação boa, se acertar um chute a Cyborg pode sentir… Mas luta é foda, nem sempre vence o melhor, um descuido pode custar uma luta ganha.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome