Cormier acha ‘improvável’ nova luta com Jones e mira em recuperar cinturão: ‘Sou um campeão orgulhoso’

    Daniel Cormier não acredita que lutará mais com Jon Jones (Foto: Getty Images)

    No UFC 214, realizado há um mês, Jon Jones superou o então campeão dos meio-pesados Daniel Cormier e recuperou o cinturão da organização com um belo nocaute. Logo após a derrota, “DC” revelou que pensava em uma terceira luta com “Bones”, mas não imediatamente. No entanto, após a divulgação do doping de Jones e a possível punição de até quatro anos que pode ser imposta pela USADA, o lutador AKA, em entrevista ao MMA Fighting, acha improvável uma nova luta entre eles.

    “O triste é que eu realmente queria lutar contra ele novamente. Eu, simplesmente, não sei se haverá tempo. Porque no final deste processo, se houver uma suspensão, ficarei sem tempo, porque sempre disse que não vou lutar aos 40 anos (atualmente DC tem 38). Se isso for verdade (doping de Jones), como provavelmente é – porque a USADA é uma organização muito séria e eles não teriam dito nada se eles apenas tivessem dúvida – então, provavelmente vou perder tempo e a última vez que lutamos foi no UFC 214. Essa é a verdade”, desabafou Cormier, afirmando que, se for comprovado o doping de Jones, deseja o cinturão meio-pesado da organização de volta.

    25
    Daniel Cormier não acredita que lutará mais com Jon Jones (Foto Getty Images / UFC)

    “Desta vez, ele pegou o cinturão por causa do que aconteceu. Como concorrente, eu sei que lutamos. Mas se ele não estava lutando de forma limpa, então, como isso é justo para mim? Então, se eu continuo dizendo ‘se’, porque novamente, Jon tem direito a contraprova e, se for comprovado que ele estava sujo, então não teríamos lutado de qualquer maneira. Desta forma, eu ainda teria o meu título. Sim (se isso acontecer), vou pegar o cinturão e serei um campeão orgulhoso, tal como era antes, porque vou mostrar às pessoas o que o cinturão significa. Agora, se ele voltar, não estiver sujo, então, volto para trabalhar para obter o cinturão e para que eu possa encontrar uma maneira de lutar contra ele novamente, e se tudo der certo reconquistar o título”, projetou Daniel Cormier.

    Ainda sobre o imbróglio quanto a recuperar o título ou não, dependo do resultado da contraprova, Cormier disse que irá esperar para que tudo seja definido, para aí dar o próximo passo na carreira.

    “Eu acho que todo esse negócio com Jon provavelmente me dá mais tempo, porque eu vou ter que esperar para ver o que acontece com ele. Quando tudo for finalizado, então eu posso começar a planejar em frente. Eu tive a opção de lutar este ano e desisti. Imagine se eu fizesse uma luta e, depois, ficasse preso nessa situação ainda com o Jones? Essa não é a melhor situação para treinar, então, eu vou esperar”, contou Cormier, afirmando que Jones não precisava usar anabolizantes.

    “Sabe o que é triste? Eu realmente acredito que ele nunca precisou fazer algo errado. E você vê muitas pessoas apenas dizendo que ele trapaceou. Eu vi o Sonnen e muita gente e, obviamente, eles não estão na posição em que eu estou em relação a ele e à nossa luta. Porém, ele realmente não precisava fazer nada disso”, encerrou Daniel sobre a necessidade de ganho muscular de Jon.

    13 COMENTÁRIOS

    1. Alguém que tem conhecimento sobre drogas, pode dizer se o uso dessas drogas determina o resultado da luta? Vamos supor, você pega um cara que luta MMA e pega um leigo(trincado de droga), quem você acha que ganha a luta? Se o leigo ganha a luta, então a droga determina o resultado da luta. É só uma opinião leiga. Já disse aqui várias vezes quem for pego usando droga, deve pagar uma multa pesada pro adversário, na proporção de 60 a 100 por cento da bolsa que receber, fica muito mais justo. Mas, o resultado da luta não pode ser alterado, nem o cinturão ser tirado. Se alguém quiser comentar, fique a vontade. Quanto ao Cormier, acho que ele tem que se testar nos pesados. Depois da saída de JJones, eles não têm mais adversários nos 93kg. Faço votos que o JJones não pegue suspensão alguma, mas, que migre para os pesados.

      • Essa comparação que você está fazendo é errada. Obviamente, no caso que você citou, a vitória seria do atleta que pratica arte marcial. Mas imagine dois atletas que estão no topo da forma física e técnica, qualquer vantagem seria o diferencial. Um atleta com preparo pode suportar com dificuldades até o quinto assalto, mas com dopping o “gás” dele não acabaria tão rápido. É uma questão de muito debate, mas é necessário um pouco de bom senso nas comparações e argumentos.

        • Desculpe, mas, você tem conhecimento científico do que esta falando? sabe precisar com números, dados que um atleta consumindo droga fica mais forte, aguenta mais pancada, tem mais resistência, quanto? se você é leigo como eu, então é só sua opinião contra a minha e você não pode dizer que estou errado, nem eu posso dizer que você está errado. Também não há nada de errado com as comparações, porque são simples comparações, salvo se você me apresentasse dados científicos sobre o assunto. Dessa forma, os meus argumentos são iguais ao seu, apenas argumentos leigos. Me apresenta dados científicos que até poderei concordar com você.

      • Muito boa sua teoria, mas vou lembrar um pouco sobre esse tipo de substância que altera a FORÇA, EX: Dan Henderson, VItor Belfort, Overeem, o atleta fica mais forte, altera sua absorção de pancadas, vc n sente, resumindo, altera o atleta, agora, considerar a técnica de alguém e tal, isso e fácil, não e justo porque não muda o jeito de lutar, mas eu acho que ta meio estranho, algo que da condições de mais força e suporta mais que o normal, mas não muda o atleta na sua técnica, resumindo mais uma vez, ele continua lutando do mesmo jeito com uma força a mais que não seria dele e aguentando mais a pancada e socos do seu Oponente devido a tal Substancia, aí todos chamam de “invencível”, Justiça essa linha de pensamento … Tem que ser retirado o Cinturão e perder sim o Título, e o mínimo de um “atleta” que busca reconhecimento da sua arte e competição, tem que responder pelos seus atos, e o que perdeu e lutou limpo? fica por isso mesmo? Sera que se lutasse limpo ganharia do mesmo jeito? Se acha que sim, porque o doping pra alterar a performance? Se o cara, então porque buscar meios pra desempenho? ….

        • e você tem certeza que o Cormier lutou limpo, totalmente limpo, nunca usou droga alguma? ou ele sabe ciclar?

        • O Belfort perdeu dopado para o Culture, Chuck Lidell, Dan Handerson e outros. Pra mim, sou leigo, isso prova que a droga não altera resultado algum. Mas, respeito quem demonstrar o contrário

      • Fera influência sim. E muito. Treinei ou lute com alguém que usa anabolizantes e sabe lutar, que tenha técnica. A pessoa sobra na luta, fica mais forte, mais rápida, com mais gás, influência demais numa luta o uso de anabolizantes. Estamos falando de dois lutadores profissionais, que sabem ligar, então o uso de anabolizantes é um diferencial na luta.

        • O Belfort perdeu dopado para o Culture, Chuck Lidell, Dan Handerson e outros. Pra mim, sou leigo, isso prova que a droga não altera resultado algum. Mas, respeito quem demonstrar o contrário

    2. A comparacao esta errada. Vc tem que comparar dois atletas de mma de alta performance. Um sem e outro com a vantagem dos anabolizantes. O dopado vai ganhar , provavelmente sim. Qualquer pequena vantagem faz diferença e pode determinar o resultado

      • O Belfort perdeu dopado para o Culture, Chuck Lidell, Dan Handerson e outros. Pra mim, sou leigo, isso prova que a droga não altera resultado algum. Mas, respeito quem demonstrar o contrário

    3. vale sempre lembrar que daniel comier deveria ter perdido o cinturão quando ele trapaceou na pesagem contra o anthony johnson. posto isso, essa luta era por um cinturao vago.

    4. Um bom exemplo sobre melhora de performace pelo doping é o Vitor Belfort. Quando lutava dopado era um leão, depois que deixou de usar perdeu massa muscular e consequentemente força e etc…

    5. O Belfort perdeu dopado para o Culture, Chuck Lidell, Dan Handerson e outros. Pra mim, sou leigo, isso prova que a droga não altera resultado algum. Mas, respeito quem demonstrar o contrário.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome