Woodley projeta ida aos médios para encarar St-Pierre e afirma: ‘Ele não vai poder continuar fugindo de mim’

    Campeão meio-médio, Woodley citou a vontade de lutar em divisões diferentes (Foto Getty Images / UFC)

    Atual campeão meio-médio do UFC, Tyron Woodley vai, aos poucos, construindo uma hegemonia na divisão, assim como fez Georges St-Pierre, ex-campeão, durante o seu longo reinado. Porém, em entrevista à Sports Illustrated, Woodley mudou de foco, e declarou que se GSP vencer Michael Bisping, no dia 4 de novembro, pelo UFC 217, ele vai subir para os médios para encarar o canadense.

    63
    Woodley é o atual campeão dos meio-médios, categoria que já foi de GSP (Foto Getty Images / UFC)

    “Estou a caminho dos médios para enfrentar o Georges St-Pierre, caso ele vença Michael Bisping, porque me colocaria como o melhor meio-médio de todos os tempos e encerraria a maior invencibilidade na história da divisão até 77kg. Meu cunhado me perguntou recentemente quem eu queria enfrentar, e eu disse que, se ele (St-Pierre) vencer, vamos lutar porque ele não vai poder continuar correndo de mim”, revelou Woodley, afirmando ainda que gostaria de participar do UFC 217, em Nova York (EUA), marcado para o dia 4 de novembro, como seu ato final de consagração.

    “Queria lutar mais uma vez esse ano. Depois de vencer o Demian Maia, gostaria de lutar com o St-Pierre em novembro, em Nova York. Esse seria o melhor ano da minha vida, e depois de bater o GSP, não restariam mais dúvidas de que eu sou o lutador do ano. Seriam ao todo cinco lutas pelo cinturão em 18 meses e ainda superaria o melhor meio-médio de todos os tempos. Ninguém fez nada parecido com isso no nosso esporte, ninguém”, encerrou o campeão meio-médio do Ultimate.

    1 COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome