Johnson ‘entende’ ausência de Borg do UFC 215 e diz: ‘Vamos lutar em outubro’;

    Johnson planeja enfrentar Borg no UFC 216, em outubro (Foto: Getty Images)

    No UFC 215, realizado no último sábado (9), Demetrious Johnson se preparava para defender o cinturão peso-mosca do Ultimate e se tornar o recordista isolado em defesas de títulos. No entanto, às vésperas do confronto, Ray Borg, desafiante, adquiriu uma virose e foi vetado pela equipe médica da franquia. Presente no evento em Edmonton, no Canadá, “Mighty Mouse” conversou com a imprensa e revelou que deseja ter o confronto remarcado para o UFC 216, no próximo dia 7 de outubro, em Las Vegas (EUA).

    “No fim das contas, o UFC é a maior organização do mundo e essa não é uma liga de amadores. Se faltam três semanas para a luta e ele está doente, perfeito. A gripe vai passar, a infeção viral vai passar e nós vamos lutar no dia 7 de outubro ou quando o meu time de empresários e o UFC determinarem. Tirei três dias de folga, segunda volto para a academia e vamos ver. Se eles me ligarem falando que não vai dar para lutar no dia 7 de outubro por alguma razão, talvez não lute mais em 2017. Não vou treinar mais seis ou sete semanas, porque é aí que as lesões acontecem (…). Ele (Borg) pediu desculpas em um comunicado, mas não ligo para isso. Contanto que ele fique saudável e tente fazer a luta acontecer… Se ele se sentir mal pela segunda vez, terei que seguir em frente”, projetou Johnson, que foi compreensível com o problema de Borg.

    “Ele está doente, teve essa pequena gripe, não é como se eles tivessem me dado outra opção. Essa foi a opção que eles me deram e pareceu ok. No fim das contas, isso acontece o tempo todo. Aconteceu com o Johny Hendricks, com o Sérgio Pettis, Henry Cejudo, aconteceu uma vez com o Ray Borg antes. Acabei de dar a vocês uma lista de nomes de caras que já saíram de lutas por terem ficado doentes no corte de peso. A coisa mais importante que vocês precisam entender é que a maior parte das vezes em que fico doente é no camp de treinamento. Isso porque o meu corpo se desgasta e não estou saudável. Quando você está cortando peso, você está se desidratando. Sendo sincero, o corte de peso não é bom, mas nós queremos lutar contra caras mais pesados e por isso o corte de peso. Então, quando você corta peso, você vai ficar doente. É da natureza, o seu sistema imunológico está baixo e acontece”, apontou.

    Borg bate-boca nas redes sociais

    Após se confirmar a informação de que Borg não participaria mais do UFC 215, diversos fãs foram até as redes sociais do desafiante para xinga-lo. Alguns comentários questionavam o lutador quanto ao corte de peso. Irritado, o americano não hesitou em desabafar através do Twiiter.

    “Seu filho da p***, vocês estão agindo como se eu tivesse escolhido não lutar. Leia a maldita declaração que o médico do UFC fez após me avaliar e me tirar”, disparou.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome