Contraprova do primeiro teste realizado por Jon Jones confirma doping no UFC 214; saiba mais

    Contraprova de teste antidoping de Jon Jones volta a dar positivo (Foto: Getty Images)

    Após abalar o mundo do MMA com mais um caso de doping, Jon Jones aguardava a contraprova do exame realizado em 28 de julho, um dia antes de reconquistar o cinturão dos meio-pesados sobre Daniel Cormier, no UFC 214. No fim da noite de terça-feira (13), horário de Brasília, a ESPN americana confirmou que o novo teste, assim como o primeiro, deu positivo para turinabol, substância que é proibida pela USADA (Agência de Antidoping dos Estados Unidos).

    A equipe de “Bones” acredita na inocência do lutador e busca respostas para o que aconteceu. O Ultimate ainda não tomou nenhuma decisão quanto ao caso, tendo em vista, que ainda não destituiu Jones do posto de campeão dos meio-pesados. “DC”, o então dono da divisão, afirmou que vai esperar a resolução do caso e pretende exigir novamente o cinturão.

    Vale lembrar, que Jones é reincidente no caso de doping. Essa é a terceira vez que o lutador é flagrado, no entanto, na primeira oportunidade, o meio-pesado estava fora do período de competição e não teve complicações maiores. Já o segundo caso foi às vésperas do histórico UFC 200 e “Bones” cumpriu suspensão por um ano. Desta vez, existe a expectativa de uma punição de até quatro anos.

    14 COMENTÁRIOS

    1. Engraçado é que com o Cigano, o ufcirco já tomou providências tirando o lutador brasileiro dos ranking… Pq Jones tem que ser diferente, mesmo sendo reincidente! Pq não fizeram o mesmo com o brasileiro, e deream um “tempo” tbm para defesa? Com brasileiros no UFCircu’s é difícil as coisas!

    2. Uma pena o que estão fazendo com o esporte. Torcida à parte, precisamos realmente valorizar nossos atletas que nunca foram pegos e ainda assim marcaram (marcam) a história das lutas… Minotauro, Shogun, Aldo, Barão, Werdum, Rafael dos Anjos, Amanda….. além de Anderson, que embora tenha sido pego após o seu retorno da contusão, conquistou tudo o que conquistou, tendo vivido o seu melhor, sem qualquer associação ao doping.

      • Alguns desses que vc mencionou, já se drogavam na epoca do Pride (vide wanderley)
        e curiosmente só foram campeões predominantes lá.

        Seu problema, é odio que vc sente por Jones, por ele ter vencido e, diga-se de passagem,
        de forma humilhante diversos lutadores brasileiros.
        Observe que vc nao mencionou Vitor Belfort nem Royce Gracie,

        sendo Vitor com 38 anos (antes da USADA emplacar) estava com uma performance fisica
        melhor e nos meios pesados do que quando ele tinha 19 anos!

        Valorizar os atletas locais é normal, mas ser cego e acreditar
        que existem atletas 100% limpos em esportes de alto nivel,

        Só prova que nunca em sua vida vc vestiu um kimono.

      • Isso Marcelo…
        Todos esses citados bem limpinhos…
        Shogun emagrecendo e secando da noite para o dia em alguns períodos…
        Dos anjos trincado apenas pela dieta…
        Aldo com deltóide estourando apenas pelos hambúrgueres…
        De qualquer forma não irá entender Marcelo…
        Neste caso só quem é do ramo ou quem viveu na época áurea da modalidade…
        Não se chateie se não compreender…
        Esses dopados…

    3. Caramba! Que grande palhaçada! Esse cara tem q ser definitivamente expulso desse esporte de merda! O Brasil deveria proibir esse esporte alienante que incentiva a violência gratuita, ou pior, a troco de grana!

    4. Todos usam, bobos vcs que acham que os outros estão limpinhos.
      Pessoal jovial mesmo…
      Os das antigas irão entender…
      Ou acham que os caras treinam alta intensidade diariamente apenas com maltodextrina e albumina combinado de suco de açaí?

      • Toma o dobro de bomba que ele tomou e vai ser campeão, duvido muito passar pelo mais noob dos lutadores do ufcircus

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome