Sertanejo adia lua de mel por duelo no UFC Pittsburgh e cutuca rival: ‘Não devia ter atrapalhado’

    O dia 14 de agosto foi um dos mais importantes na vida do lutador Felipe Sertanejo. Ele, enfim, oficializou a sua união com a jornalista e apresentadora Lucilene Caetano, mãe de seu filho Theo, e com quem já vive há quatro anos. Mas a lua de mel terá que esperar, pois o atleta da Chute Boxe Diego Lima adiou esse tempo com a esposa para se preparar para encarar o americano Luke Sanders, no UFC Fight Night 116, que acontece no próximo sábado (16), em Pittsburgh, nos Estados Unidos.

    Feliz por voltar ao octógono, Sertanejo comemorou a chance de lutar e promete ir pra cima do adversário, que “atrapalhou” a sua festa. “Oficializar a minha união com a mulher que eu amo e mãe do meu filho foi um dos dias mais emocionantes da minha vida. Graças a Deus, vamos adiar a lua de mel por um bom motivo. Teremos todo o tempo do mundo para ficarmos juntos depois. Estava no apetite de voltar e vinha treinando muito forte. Vou mostrar para o americano que ele não deveria ter atrapalhado a minha festa de casamento sem ser convidado”, brincou o peso-galo.

    Essa não é a primeira vez que um compromisso do UFC cruza o caminho da vida pessoal do atleta. Em julho de 2016, prestes a ser pai pela primeira vez, Felipe teve que deixar a sua mulher em casa no último mês de gravidez para lutar com Jerrod Sanders, em Las Vegas (EUA). Na ocasião, o adversário acabou finalizado.

    “Aquela luta foi especial pra mim. Dediquei a vitória para meu filho e esposa, que foi uma guerreira por ficar me esperando. Quero repetir a história. Caso eu ganhe, será o melhor presente de casamento que eu poderia dar para a minha mulher e família”, continuou o lutador.

    Brasileiro Felipe Sertanejo quer embalar na franquia após altos e baixos dentro do Ultimate (Foto UFC)

    Mesmo sem contusão, Felipe Sertanejo não luta há dez meses, quando enfrentou Erik Perez, em novembro, no México, e saiu derrotado por decisão dividida. Desde então, vinha se condicionando à espera do chamado do UFC. Agora, o especialista em Muay Thai quer usar o combate com Sanders para mostrar que tem talento para ser escalado mais vezes em 2017.

    “Ficar sem lutar por um longo período não é bom. Quando entro no cage, dou minha vida lá dentro e minhas lutas são sempre empolgantes e levantam o público. O Mestre Diego Lima tem me preparado para ir pra cima do americano e mostrar, mais uma vez, o meu valor ao UFC”, falou Sertanejo, que ganhou duas das suas últimas três lutas.

    Adversário só perdeu uma vez na carreira

    Apesar de menos lutas no cartel, Luke Sanders é um adversário duro para Sertanejo reencontrar o caminho das vitórias. O americano lutou 12 vezes na carreira e só perdeu uma, justamente, o último combate. O revés sofrido em abril de 2017 pode ser o combustível para ele partir para o tudo ou nada contra o brasileiro.

    “Ele é um atleta de MMA completo. Além de forte, varia bastante o jogo, sabe nocautear e também mostrou qualidade para finalizar. Estamos preparando o Felipe para todas as situações da luta, sempre no estilo Chute Boxe, que é de ir pra cima. Ess disputa tem tudo para ser um dos melhores combates da noite”, analisou Diego Lima, técnico do lutador.

    CARD COMPLETO:

    UFC Fight Night 116
    Pittsburgh, nos Estados Unidos
    Sábado, dia 16 de setembro de 2017

    Card principal
    Luke Rockhold x David Branch
    Mike Perry x Thiago Pitbull
    Hector Lombard x Anthony Smith
    Gregor Gillespie x Jason Gonzalez
    Kamaru Usman x Serginho Moraes
    Justin Ledet x Azunna Anyanwu

    Card preliminar
    Tony Martin x Olivier Aubin-Mercier
    Anthony Hamilton x Daniel Spitz
    Krzysztof Jotko x Uriah Hall
    Luke Sanders x Felipe Sertanejo
    Jason Saggo x Gilbert Durinho

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome