Com medalhões de fora, semis do ADCC são definidas; Galvão derrota Calasans

André Galvão dominou Claudio Calasans e venceu sua terceira superluta pelo ADCC (Foto: FloGrappling)
André Galvão dominou Claudio Calasans e venceu sua terceira superluta seguida pelo ADCC (Foto FloGrappling)

A cidade de Espoo, na Finlândia, foi palco do primeiro dia de disputas do ADCC 2017 neste sábado (23). Diversas feras da arte suave entraram em ação e lutas de alto nível foram protagonizadas, além de boas surpresas entre competidores e alguns nomes de destaque que foram eliminados nas primeiras rodadas. As semifinais, entretanto, foram definidas e serão realizadas neste domingo (24), juntamente com as finais, as disputas pelo bronze, as lutas do absoluto e as superlutas Renzo Gracie x Sanae Kikuta e Léo Vieira x Chael Sonnen. Vale lembrar que o evento tem início a partir das 5h (horário de Brasília).

No entanto, o primeiro dia não ficou marcado somente pelos combates por categorias. A primeira superluta foi realizada e André Galvão saiu vencedor contra seu amigo de infância Cláudio Calasans pelo elástico placar de 14 a 0 nos pontos. Foi a terceira vitória de Galvão em uma superluta, já que ele havia derrotado Bráulio Estima no ADCC 2013 e Roberto Cyborg no ADCC 2015. Com o resultado, ele se mantém na disputa em 2019.

Disputas por categoria no masculino

No masculino, as disputas tiveram início na categoria até 66kg. Em seu primeiro desafio, Rubens Charles Cobrinha derrotou Uranov Zhakshylyk por 3 a 0 nos pontos. Logo depois, garantiu vaga na semifinal ao finalizar o polonês Kuba Witkowski. Seu adversário será a fera Paulo Miyao, que venceu Janusz Andrejczuk por 13 a 0 e depois carimbou a vaga nas semis ao derrotar Geo Martinez por 8 a 2. Do outro lado da chave, a semifinal será disputada entre Pablo Mantovani e o americano “quase brasileiro” AJ Agazarm.

Na divisão até 77kg, Vagner Rocha venceu Tero Pyylampi e DJ Jackson para ganhar a vaga na semifinal. Seu oponente será o faixa-preta Lucas Lepri, que derrotou Osmanzhan Kassimov e Mansher Singh khera em sua campanha. Do outro lado da chave, JT Torres e Garry Tonon prometem fazer um bom confronto em busca da vaga na grande final.

Leandro Lo foi finalizado por Craig Jones logo em sua primeira luta (Foto: FloGrappling)
Leandro Lo foi surpreendido e finalizado por Craig Jones logo em sua primeira luta (Foto FloGrappling)

Nos 88kg, grande destaque para Craig Jones, que finalizou Leandro Lo e Murilo Santana para se garantir na semifinal e enfrentar Keenan Cornelius, que precisou vencer Marcin Frechowicz e o jovem Kaynan Duarte. A outra semifinal será realizada entre Xande Ribeiro (que venceu John Salter e Rustam Chsiev) e Gordon Ryan (que derrotou Dillon Danis e o multicampeão Romulo Barral, respectivamente, em grandes exibições).

Na categoria até 99kg, Felipe Preguiça iniciou sua campanha finalizando o japonês Yukiyasu Ozawa, e depois garantiu vaga na semifinal ao vencer Abdurakhman Bilarov. Seu adversário será Rafael Lovato Jr., que superou Eliot Kelly e Mahamed Aly em sua trajetória. A outra semifinal será disputada entre Yuri Simões, atual campeão e que derrotou Roman Dolidze e Mike Perez, e Jackson Sousa, chamado de última hora, mas que fez bonito e venceu Paul Ardila e João Assis, este último na decisão dos árbitros.

Na divisão acima de 99kg, o favorito Marcus Buchecha finalizou Arman Zhanpeisov e Tim Spriggs para avançar às semifinais. Agora, a fera da Checkmat vai enfrentar Roberto Cyborg, que derrotou Khamzat Stambulov e Victor Honório, respectivamente. Do outro lado da chave, Orlando Sanchez – campeão na edição 2015, em São Paulo, sem Buchecha – e Jared Dopp também se enfrentam em busca da outra vaga na final.

Disputas por categoria no feminino

Na divisão até 60kg, Bianca Basílio assegurou sua vaga nas semis ao vencer Talita Alencar na decisão dos árbitros. Sua adversária será a surpresa Elvira Karppinen, que derrotou a atual campeã, Mackenzie Dern, por 4 a 2 nos pontos. Do outro lado da chave, Michelle Nicolini venceu Rikako Yuasa e vai encarar na semifinal Bia Mesquita, que levou a melhor sobre Ffion Davies, em um dos embates mais aguardados do domingo.

Bia Mesquita finalizou sua luta no armock e fará semifinal contra Nicolini (Foto: FloGrappling)
Bia Mesquita finalizou sua luta no armlock e fará semifinal contra Michelle Nicolini (Foto FloGrappling)

Já na categoria acima de 60kg, Gabi Garcia voltou bem em seu retorno à uma competição de grappling, ao finalizar Amanda Santana em apenas 57 segundos. Agora, a multicampeã fará a semifinal contra Jessica Flowers, sua algoz no ADCC 2015, que derrotou Marysia Malyjasiak. A outra semifinal será entre Talita Treta e Samantha Cook, que derrotaram Venla Luukkonen e Tara White, respectivamente, em suas trajetórias no evento.

Confira como ficaram as semifinais do ADCC 2017:

> MASCULINO

Até 66kg
Rubens Charles Cobrinha x Paulo Miyao
Pablo Mantovani x AJ Agazarm

Até 77kg
Vagner Rocha x Lucas Lepri
JT Torres x Garry Tonon

Até 88kg
Keenan Cornelius x Craig Jones
Xande Ribeiro x Gordon Ryan

Até 99kg
Felipe Preguiça x Rafael Lovato Jr.
Yuri Simões x Jackson Sousa

Acima de 99kg
Orlando Sanchez x Jared Dopp
Marcus Buchecha x Roberto Cyborg

> FEMININO

Até 60kg
Bia Basílio x Elvira Karppinen
Michelle Nicolini x Bia Mesquita

Acima de 60kg
Gabi Garcia x Jessica Flowers
Talita Treta x Samantha Cook

Superluta:

André Galvão derrotou Cláudio Calasans por 14 a 0 nos pontos

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente
Seu nome