Alan Finfou analisa Jiu-Jitsu força x técnica e afirma: ‘Precisam estar caminhando lado a lado’

Publicado em 25/09/2017 por: Mateus Machado
Alan Finfou analisa Jiu-Jitsu força x técnica e afirma: ‘Precisam estar caminhando lado a lado’ Alan Finfou falou sobre o tema do Jiu-Jitsu força x técnica e de treinos na modalidade (Foto UAEJJF)

publicidade

Por Mateus Machado

Uma das principais dúvidas que pairam sobre um praticante de Jiu-Jitsu é em relação aos treinamentos diários. Enquanto alguns preferem fazer somente um treino por dia, outros acham necessário realizar mais de uma atividade, argumentando que tal prática ajuda na evolução dentro da arte suave. Desta forma, fica o seguinte questionamento no ar: dar mais de um treino por dia melhora ou desgasta a performance?

Para responder à pergunta, a TATAME conversou com o faixa-preta Alan Finfou. Em entrevista exclusiva, o experiente lutador e multicampeão da modalidade não citou uma preferência em relação à questão, ressaltando que se trata da particularidade de cada um.

“Eu sou das antigas, da época em que a gente treinava o tempo todo e saía da academia contando as horas para retornar no outro dia. Acredito que cada pessoa é diferente, e essa parte de treino é relativa. Tudo é baseado na vida particular de cada um e o que cada um quer conquistar no esporte. Por exemplo, um pai de família não tem condições de treinar como um atleta que não ‘tem o que fazer’ o dia todo e quer ser campeão mundial. Então, cada um faz o melhor que pode com o tempo que tem. O principal é o foco e a disciplina”, disse Finfou, que ainda falou sobre a questão do Jiu-Jitsu força x Jiu-Jitsu técnica.

“Hoje em dia, a força e a técnica precisam estar caminhando lado a lado. O nível está muito alto em todas as faixas, e as lutas estão sendo definidas em mínimos detalhes. É por isso que todos precisam de algo mais para crescer”, concluiu o experiente Alan Finfou.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade