Coluna da Arte Suave: a importância de manter a mente ágil para evoluir no Jiu-Jitsu; confira

Publicado em 26/09/2017 por: Mateus Machado
Coluna da Arte Suave: a importância de manter a mente ágil para evoluir no Jiu-Jitsu; confira Treino na academia do mestre de jiu-jitsu Luiz Dias, localizada em Laranjeiras, na noite de segunda-feira (27/03). Foto: Ilan Pellenberg

publicidade

Por Luiz Dias

Em uma luta, é possível ver nitidamente que alguns lutadores chegam a certas posições e nada mais fazem, param. E se fazem, é porque foram retirados dessas posições ou obrigados a fazerem algum tipo de movimento de defesa, ou até por aviso do árbitro.

A mente do lutador, na hora da luta, não pode parar. Tem que estar atenta aos movimentos do seu oponente, sempre um movimento à frente. E à medida que sua movimentação aconteça de forma espontânea, em resposta à movimentação de seu adversário, o lutador certamente irá vencer seu oponente, impondo seu ritmo de luta e finalizações. Quando você entra em um combate pensando apenas em “amarrar” a luta após conseguir uma vantagem ou em sua primeira pontuação, muitas vezes atento em não tomar um determinado golpe que você julga ser indefensável do seu adversário ou determinadas finalizações / raspadas executadas por aquele lutador especificamente, a sua mente certamente irá parar quando esse momento chegar, e então você não consegue realizar mais nenhum movimento, se tornando um alvo fácil. Essa imobilidade vem por não se ter uma mente ágil, ela é causada por movimentos já prédeterminados para dar fluidez à sua rotina de luta. Ter uma rotina, uma estratégia e sequência, é importante.

Quanto mais sua mente estiver focada na luta, pensando nas possibilidades de ataque e defesa naquele momento presente, maior fluidez terá o seu Jiu-Jitsu e mais calma você terá para desenvolver sua luta. Essa calma, na prática, resulta em maior rendimento e acerto dos seus movimentos. O ideal é que você traga seu oponente para as posições que você se sente seguro e com bom controle da situação e de qualquer variação que ocorra.

A luta ocorre, primeiramente, no plano mental. Estratégias bem definidas são os suportes de grandes vitórias. A avaliação exata do seu oponente também é de grande valia, principalmente para o lutador que corre campeonato. Mesmo em treinos entre amigos, certamente seu jogo deve variar para cada lutador, de acordo com o seu biotipo, nível técnico e até mesmo seu aeróbico naquele momento, e esse exercício é importante, porque vai deixando sua mente versátil, ágil e pronta para montar uma estratégia mais adequada para cada lutador que se apresente para lutar com você, ou competição se for o caso.

O lutador que pensa em apenas “parar” um movimento, ou só consegue imaginar a luta até aquele momento, para ele, a luta acabou ali. Sua mente não consegue mais delinear um caminho ofensivo ou defensivo e certamente ele perderá. Mantendo a mente ágil, seu Jiu-Jitsu será cada vez mais fluido e eficiente, e assim a sua evolução constante.

Para mais informações, veja https://www.instagram.com/luizdiasbjj/ ou entre em contato pelo e-mail geracao.artesuave@yahoo.com.br. Também conheça o site http://www.geracaoartesuave.com.br/. Boa semana, bons treinos e até a próxima!

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade