Felipe Silva vibra com desafio pelo UFC na Holanda e promete: ‘Não vou andar pra trás nem para pegar impulso’

Publicado em 02/09/2017 por: João Carlos Cavalcanti
Felipe Silva vibra com desafio pelo UFC na Holanda e promete: ‘Não vou andar pra trás nem para pegar impulso’ Brasileiro tentará conquistar o seu novo triunfo e seguir invicto na carreira (Foto UFC)

publicidade

Poucos dias após completar um ano como lutador do Ultimate, Felipe Silva está pronto para o seu segundo desafio na organização. Neste sábado, dia 2 de setembro, o brasileiro encara o russo Mairbek Taisumov pela categoria peso-leve, em uma das atrações do card do UFC Roterdã, na Holanda. Além da costumeira motivação que subir no octógono proporciona, Felipe tem um incentivo extra: pela primeira vez ele lutará no país de alguns dos seus ídolos na arte da trocação.

Especialista em Muay Thai, modalidade na qual treina desde os 16 anos, Felipe Sila tem na luta em pé o seu ponto forte. Hoje, aos 33, exibe um cartel profissional de MMA impecável. Competindo desde março de 2013, o representante da equipe CM System é dono oito vitórias em oito lutas, sendo seis por nocaute. Por tudo isso, vencer o embate na Holanda, celeiro de striker, serve como estímulo.

“Eu tive uma excelente preparação, um camp completo e sem nenhum tipo de lesão, exatamente o que não tive para minhas últimas lutas. Estou muito bem preparado para colocar meu jogo em prática. Sou um trocador nato, esse é o meu estilo, e lutar na Holanda me serve como uma motivação a mais. Tenho diversos ídolos que nasceram na Holanda, como Ramon Dekkers, Ernesto Hoost e Peter Aerts, então lutar e nocautear no país será incrível”, vibrou, antes de completar sobre.

Brasileiro tentará conquistar o seu novo triunfo seguido e seguir invicto na carreira (Foto UFC)

“Será uma grande luta, do jeito que a grande maioria dos fãs gostam. Não vou andar para trás em nenhum momento, nem para pegar impulso. Serei agressivo o tempo todo, sempre buscando o nocaute”, avisou Felipe, que vem de vitória por nocaute em sua estreia no octógono.

Do outro lado do octógono, Felipe Silva terá um experiente oponente. Mesmo mais novo que o brasileiro, aos 29 anos, Taisumov fará sua 31ª luta na carreira, que registra 25 vitórias e cinco derrotas. São quatro triunfos consecutivos, incluindo dois bônus de “Performance da Noite”. Também nocauteador, o russo exibe 14 combates encerrados por essa maneira.

“Eu tenho certeza que os fãs vão adorar essa luta. Serão dois caras buscando a vitória a todo momento, buscando sempre o nocaute. A única diferença entre nós dois é que ele tem a maioria dos nocautes no ground and pound, enquanto eu gosto da luta em pé. Ele tem um bom jogo de Wrestling, mas estou preparado para isso. Treinei especificamente para atacar e defender as quedas. O público só tem a ganhar com essa luta, porque será um espetáculo”, garantiu o peso-leve brasileiro.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Night 115
Roterdã, na Holanda 
Sábado, 2 de setembro de 2017

Card principal
Alexander Volkov x Stefan Struve
Siyar Bahadurzada x Rob Wilkinson
Marion Reneau x Talita Bernardo
Leon Edwards x Bryan Barberena

Card preliminar
Darren Till x Bojan Velickovic
Mairbek Taisumov x Felipe Silva
Michel Trator x Mads Burnell
Rustam Khabilov x Desmond Green
Francimar Bodão x Aleksandar Rakic
Mike Santiago x Zabit Magomedsharipov
Bojan Mihajlovic x Abdul-Kerim Edilov
Thibault Gouti x Andrew Holbrook

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade