Colby cita ataques contra ele como ‘justificativa’ e dispara contra Libório: ‘E uma piada’; saiba

    Covington contou que recebeu ameaças por contar final do filme 'Star Wars' (Foto Getty Images / UFC)
    Covington contou que recebeu ameaças por contar final do filme 'Star Wars' (Foto Getty Images / UFC)

    No último sábado (28), durante o UFC São Paulo, Colby Covington causou uma enorme polêmica, ao chamar o Brasil de “chiqueiro” e as pessoas de “animais imundos”, ainda no octógono, após vencer Demian Maia. O lutador dos Estados Unidos, na noite de segunda-feira (30), deu entrevista ao The MMA Hour e revelou que, antes de entrar no cage, estava sendo ofendido por torcedores no ginásio do Ibirapuera.

    “Eu simplesmente não gostei de como eles me trataram quando eu estava no túnel antes de ir para a luta. Estava sentado no túnel e eles gritavam todas essas coisas: “Oh, eu com*** sua mãe”, isso e aquilo. Coisas sobre mim: “Oh, você vai morrer”. Atirando copos e outras coisas como cachorros-quentes”, apontou o meio-médio, afirmando que foi desrespeitado.

    “Você precisa me respeitar. Estou indo em uma luta, isso é profissional. Então, eu simplesmente me sentia desrespeitado por eles (torcida brasileira). Não disse nada que fosse muito estranho. A maneira como eles tratam as pessoas lá, você não pode fazer isso no Canadá. Você não pode fazer isso nos EUA. Você não vai ouvir toda multidão fazendo coisas assim e as coisas que eles fazem. Então, eu não acho que falei nada demais”, disse.

    Covington afirmou que estava arrumado para ir a coletiva de imprensa após o evento, mas o Ultimate vetou a sua participação e o encaminhou para o hotel. O lutador, inclusive, contou que ficou isolado, sem contato com ninguém até o dia de regressar à Oregon, nos Estados Unidos. Sobre a luta, o atleta da ATT contou que foi “divertido”, mas não pretende mais lutar no Brasil.

    “Foi louco, cara. A experiência, foi incrível. Você sabe, eu amo isso. Eu sabia que estava indo a um território hostil. Eu sabia que eles ficariam realmente tristes, haveria muitas pessoas chateadas depois que eu batesse no Demian. Eu esperava isso. Foi incrível, cara. Foi um momento divertido. Eu sou atleta do UFC. Eu irei aonde o UFC quiser que eu vá. Mas, provavelmente, não farei uma aparição no Brasil”, contou.

    Colby ataca Libório e brasileiros da ATT

    Ainda na segunda-feira, Ricardo Libório, brasileiro e um dos fundadores da American Top Team, anunciou a saída oficial da equipe, alegando a falta de respeito dentro do esporte. Em resposta, ao site Bloody Elbow, o falastrão americano disparou contra o faixa-preta de Jiu-Jitsu do lendário Carlson Gracie.

    Colby Covington atacou os companheiros de treinos na ATT e Ricardo Libório (Foto: Getty Images)

    “Ricardo Libório é uma piada. Esse cara saiu da ATT há dois, três anos. Esse cara é uma completa piada tentando usar meu nome, minha fama e essa coisa com o Brasil para fazê-lo parecer um cara bom da ATT. Ele saiu da ATT há um tempo. Estava usando Dan Lambert, dono da ATT. Ele recebeu seus salários por dois ou três anos sem nunca aparecer para trabalhar. É um vigarista desprezível e está agindo como um pedaço de m*** tentando usar meu nome para aparecer”, disparou, que aproveitou para atacar Antônio Pezão e Amanda Nunes, ambos da American Top Team, que usaram as redes sociais para se manifestarem.

    “Não ligo para Amanda Nunes, nem para (Antônio) Pezão. Eles não são meus amigos, nunca foram meus amigos e nunca serão meus amigos. Não é um time, não sou parte de um time. Não estamos em um sistema de pontuação como no basquete ou futebol, onde é um time. Este é um esporte individual. Eu represento a American Top Team, mas não represento nenhum outro lutar da academia”, contou ao MMA Junkie.

    17 COMENTÁRIOS

    1. Resumindo, é um típico idiota Americano prepotente… que tipicamente não possui preparo mental (nem pra ser lutador), que causa tipicamente confusão por onde passa e tipicamente ignora suas derrotas como a surra vergonhosa que levou do Warley Alves (uma mulher lutaria melhor).

    2. Pergunta: UFC qual será a sua postura com esse cidadão?
      Fabrício Werdum foi punido por xingamentos a outro lutador, agora, esse cidadão ofendeu um país (se bem que há vermes aqui do Brasil que concordaram com esse outro verme…) e não vejo nenhuma movimentação.
      Acompanho o UFC desde os primórdios, mas, devido os últimos acontecimentos (idiotices), estou muito inclinado a boicotar esse evento.

      • Eu digo o mesmo , acompanho mma e o ufc desde o princípio , mas atualmente a falta de respeito e o espírito da arte marcial tem sido deixado de lado , e os atletas que fazem isso tem sido os mais exaltados pela organização .

    3. Acho q arrogante são os brasileiros, não é de hj q atletas de diversos esportes criticam essa violência por parte do público brasileiro, cansamos de ver isso nas olimpíadas, dizem q vai comer o cu da mãe do cara, jogam coisas no cara antes de lutar e ainda querem tá certo, que é o vdd arrogante aqui? Mal educados é o mínimo…esporte só esporte quando há respeito, quando não há é briga ou outra disputa qq e não pode ser chamado de esporte…

    4. Se fosse um brasileiro fazendo isso nos Estados Unidos teria que, no mínimo, prestar esclarecimento nas autoridades antes de ir para o aeroporto, isso se não fosse preso, essas nossas autoridades aceitas tudo mesmo…

    5. sobre esta critica de colby, ele tem razão:
      “Ricardo Libório é uma piada. Esse cara saiu da ATT há dois, três anos. Esse cara é uma completa piada tentando usar meu nome, minha fama e essa coisa com o Brasil para fazê-lo parecer um cara bom da ATT. Ele saiu da ATT há um tempo. Estava usando Dan Lambert, ”

      veja o que o dono da ATT disse: esta reportagem esta no final da reportagem do sportv combate sobre a resposta de colby a liborio
      “Dono da ATT explica saída de Libório
      Dono da American Top Team, Dan Lambert deu a sua versão sobre a saída de Ricardo Libório que, segundo ele, aconteceu há algum tempo. O brasileiro precisou deixar Coconut Creek (EUA), onde fica a ATT, para se mudar para Orlando há dois anos e, desde então, afastou-se da academia.
      – Libório saiu há dois anos. Ele se mudou para Orlando, a três horas daqui, por problemas familiares. Fiz um acordo com ele. Eu disse: “Ok, vou manter você na folha de pagamento. Só venha alguns dias da semana e treine os caras”. Ele nunca veio. Ele ficou muito ocupado lá, então mantive ele na folha por mais de um ano para ajudá-lo e, no começo deste ano, encerramos isso porque ele não vinha. Mas isso foi há meses e meses atrás – concluiu, em entrevista ao “MMA Junkie”.”

      A torcida jogou copos e garrafas vazias em colby, além de cuspir, não seis se ele esta errado em chamar os brasileiros de imundo

    6. sobre esta critica de colby, ele tem razão:
      “Ricardo Libório é uma piada. Esse cara saiu da ATT há dois, três anos. Esse cara é uma completa piada tentando usar meu nome, minha fama e essa coisa com o Brasil para fazê-lo parecer um cara bom da ATT. Ele saiu da ATT há um tempo. Estava usando Dan Lambert, ”

      veja o que o dono da ATT disse: esta reportagem esta no final da reportagem do sportv combate sobre a resposta de colby a liborio
      “Dono da ATT explica saída de Libório
      Dono da American Top Team, Dan Lambert deu a sua versão sobre a saída de Ricardo Libório que, segundo ele, aconteceu há algum tempo. O brasileiro precisou deixar Coconut Creek (EUA), onde fica a ATT, para se mudar para Orlando há dois anos e, desde então, afastou-se da academia.
      – Libório saiu há dois anos. Ele se mudou para Orlando, a três horas daqui, por problemas familiares. Fiz um acordo com ele. Eu disse: “Ok, vou manter você na folha de pagamento. Só venha alguns dias da semana e treine os caras”. Ele nunca veio. Ele ficou muito ocupado lá, então mantive ele na folha por mais de um ano para ajudá-lo e, no começo deste ano, encerramos isso porque ele não vinha. Mas isso foi há meses e meses atrás – concluiu, em entrevista ao “MMA Junkie”.”

      A torcida jogou copos e garrafas vazias em colby, além de cuspir, não seis se ele esta errado em chamar os brasileiros de imundo

    7. Não se ve mais respeito pelas artes marciais, pelo octagon e pelos tatames, por parte dos gringos. Isso está virando uma palhaçada, um show de TV, como o “WWF”.

    8. Por um lado ele está certo, as pessoas podem ter jogado as coisas nele e provocado uma reação nada inteligênte dele, xingando o povo.
      O vacilo é que ele não se desculpou.
      Vamos observar a critica dele e procurar mudar a postura em relação a arremeçar alimentos nos outros, porem ele como profissional que diz ser, não deveria se preocupar com torcida, se o esporte é individual como ele disse, teria que pensar nele e na luta, não no povo.
      Cabe a os dois lados repensar algumas atitudes e melhorar.
      E ter dó dele, por não ter uma torcida forte como a nossa.
      Ficou incomodado e também quer aparecer.

      Brasil OSS

    9. Pessoal, assisto o UFC desde as primeira edições. E de um tempo para cá, tenho me incomodado profundamente com a forma de gestão e casamento das lutas. Vejo e ví situações menos embaraçosas com punições mais severas. Acredito que esse palhaço passou de todos os limites e situações razoáveis. Portanto acredito que caberia uma expulsao da academia… afinal o cara é auto-suficiente, treina e aprende sozinho. e Claro, uma suspensão do UFC. Que estou cada vez mais desmotivado a assistir.

      #UFCirco

    10. Será que os lutadores brasileiros sofrem agressões nos EUA assim como ocorreu com ele aqui no Brasi?Acho que não!Brasileiro precisa saber respeitar.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome