Em luta bem disputada, Fabrício Werdum vence Marcin Tybura e pede chance pelo cinturão; veja

    Werdum conquistou segunda vitória consecutiva e pediu chance para disputar o cinturão (Foto: Getty Images)
    Werdum conquistou segunda vitória consecutiva e pediu chance para disputar o cinturão (Foto: Getty Images)

    Realizado no último sábado (18), em Sydney, na Austrália, o UFC Fight Night 121 ficou marcado pelas boas lutas realizadas no card preliminar, com boas ressalvas para Tai Tuivasa, Nik Lentz e Ryan Benoit, que conquistaram boas vitórias diante de Rashad Coulter, Will Brooks e Ashkan Mokhtarian, respectivamente. Já no card principal, destaque máximo para Fabrício Werdum, que no main event da edição, derrotou o polonês Marcin Tybura por decisão unânime dos jurados, em luta bem disputada.

    No co-main event, em confronto que teve baixo nível técnico, mas que contou com seus melhores momentos na luta em pé, a vitória ficou com a estreante Jessica-Rose Clark, que superou Bec Rawlings na decisão dividida dos jurados. Já Rawlings se encontra em situação delicada dentro da organização, já que amargou sua terceira derrota consecutiva.

    Ainda pelo card principal, Alex Volkanovski e Elias Theodorou venceram Shane Young e Dan Kelly, respectivamente, na decisão dos árbitros. Na sequência, Jake Matthews e Belal Muhammad venceram, por decisão dividida, Bojan Velickovic e Tim Means, respectivamente.

    Em duelo disputado, Werdum derrota Tybura

    O duelo já teve seu início na trocação, com Fabrício Werdum tomando mais a iniciativa, combinando chutes e socos. Enquanto isso, Marcin Tybura buscava a aproximação para usar o Boxe, mas o brasileiro controlava bem a distância. Na reta final, o “Vai Cavalo” buscou a queda sobre o polonês, mas não obteve sucesso. No segundo assalto, Fabrício seguiu mais ativo na luta em pé, enquanto Marcin buscava contragolpear. Na sequência, o brasileiro continuou melhor na trocação, mas viu a luta mais equilibrada em relação ao primeiro round.

    No terceiro round, com uma joelhada e um forte chute, Werdum começou bem. Com mais resistência em relação ao seu oponente, o “Vai Cavalo” seguiu superior na trocação, enquanto Tybura continuava buscando os contragolpes. No quarto assalto, o gaúcho prosseguiu com sua superioridade na luta em pé e, quando teve a brecha, derrubou Marcin. No chão, Fabrício buscou formas de finalizar o polonês, inclusive com uma justa guilhotina, mas não conseguiu a finalização.

    No quinto e último round, com um chute alto perigoso, Marcin Tybura “balançou” Werdum. O polonês seguiu aplicando bons golpes, mas no minuto final, Fabrício aplicou boa sequência de socos e chutes, igualando as ações. Com o final da luta, o brasileiro saiu vencedor por decisão unânime dos jurados, conquistando sua segunda vitória consecutiva e se aproximando de uma nova disputa de cinturão.

    “Venci um adversário bem mais novo, ele fez uma luta muito dura comigo. Respeito os lutadores da minha divisão, mas acho que o meu próximo passo é pelo cinturão novamente”, declarou o brasileiro ainda no cage, em entrevista pós-luta.

    Fabrício Werdum foi superior na trocação em boa parte da luta contra Tybura (Foto: Getty Images)
    Fabrício Werdum foi superior na trocação em boa parte da luta contra Marcin Tybura (Foto: Getty Images)

     

    Nik Lentz vence por finalização e deixa Brooks em situação delicada

    Outro bom confronto no card preliminar do UFC Fight Night 121 aconteceu na categoria dos leves, entre Nik Lentz e Will Brooks. Após um primeiro round bem disputado e equilibrado, logo no início do segundo assalto, Lentz definiu o combate. Ao ser derrubado, Nik aproveitou a brecha dada por seu adversário e, através do Jiu-Jitsu, finalizou na guilhotina. Nik Lentz conquistou sua terceira vitória por guilhotina no UFC e se recuperou da derrota para Islam Makhachev, em sua última luta. Já Will Brooks, ex-campeão do Bellator, amargou sua terceira derrota consecutiva na organização.

    Nik Lentz utilizou seu Jiu-Jitsu para finalizar Willk Brooks com uma guilhotina (Foto: Getty Images)
    Nik Lentz utilizou seu Jiu-Jitsu para finalizar Willk Brooks com uma guilhotina (Foto: Getty Images)

    Jovem australiano estreia no UFC com nocaute impressionante

    Fazendo sua primeira luta pelo Ultimate, o jovem Tai Tuivasa, de apenas 24 anos, levantou a torcida australiana. Com uma bela atuação, o peso-pesado não deu chances para Rashad Coulter e, ainda no primeiro round, após conectar um chute fortíssimo, que desestabilizou a base do seu adversário, na sequência, aplicou uma bela joelhada voadora, que pegou em cheio no queixo de Rashad, que já caiu apagado. Foi a sexta vitória do invicto Tuivasa no MMA profissional, todas por nocaute no primeiro round.

    Tai Tuivasa levantou o público australiano com belo nocaute sobre Rashad Coulter (Foto: Getty Images)
    Tai Tuivasa levantou o público australiano com belo nocaute sobre Rashad Coulter (Foto: Getty Images)

    Camacho supera Damien Brown em luta insana

    O quarto duelo do UFC Fight Night 121 levantou o público presente Qudos Bank Arena. Pela categoria peso-leve, Frank Camacho e Damien Brown se enfrentaram e, ao longo dos três rounds, protagonizaram uma luta empolgante aos torcedores, com reviravoltas e muita disposição por parte dos atletas, principalmente na reta final, onde foi vista uma trocação insana. Ao final do confronto, melhor para Camacho, que saiu vencedor por decisão dividida e se recuperou da derrota para Jingliang Li em sua última luta.

    Em duelo com trocação franca, Frank Camacho levou a melhor e derrotou Damien Brown (Foto: Getty Images)
    Em duelo com trocação franca, Frank Camacho levou a melhor e derrotou Damien Brown (Foto: Getty Images)

    RESULTADOS COMPLETOS:

    UFC Fight Night 121
    Sábado, 18 de novembro de 2017
    Sydney, na Austrália

    Card principal

    Fabricio Werdum derrotou Marcin Tybura por decisão unânime dos jurados
    Jessica-Rose Clark derrotou Bec Rawlings por decisão dividida dos jurados
    Belal Muhammad derrotou Tim Means por decisão dividida dos jurados
    Jake Matthews derrotou Bojan Velickovic por decisão dividida dos jurados
    Elias Theodorou derrotou Dan Kelly por decisão unânime dos jurados
    Alex Volkanovski derrotou Shane Young por decisão unânime dos jurados

    Card preliminar

    Ryan Benoit derrotou Ashkan Mokhtarian por nocaute no 3R
    Nik Lentz finalizou Will Brooks com uma guilhotina no 2R
    Tai Tuivasa derrotou Rashad Coulter por nocaute no 1R
    Frank Camacho derrotou Damien Brown por decisão dividida dos jurados
    Nadia Kassem derrotou Alex Chambers por decisão unânime dos jurados
    Eric Shelton derrotou Jenel Lausa por decisão unânime dos jurados
    Adam Wieczorek derrotou Anthony Hamilton por decisão unânime dos jurados

    4 COMENTÁRIOS

    1. FABRICIO PRECISA ACEITAR QUE O TEMPO DELE FOI AQUELE QUE CONQUISTOU O CINTURAÕ DO UFC NA SORTE !!! N8NCA MAIS ACONTECERÁ ISSO ESQUEÇA WERDUM. VO CE FOI CAMPEÃO EM CIMA DE UM VELASQUES TODO CONTUNDIDO DE UM VELASQUES TODO ARREBENTADO E SEM EMPOLGAÇÃO. MIOTIC ÉS MUITO MAIS LUTADOR QUE VOCE SE VACILAR ATÉ NO CHÃO! DISPUTAR O CINTURAO PARA SER NOVAMENTE NOCAUTEALDO VAI FICAR MUITO FEIO PRA TI. AINDA MAIS DEPOIS DESSA LUTA COM O TYBURA QUE NÃO CONVENCEU NEM SEU TECNICO RAFAEL CORDEIRO .SE MATOU PRA GANHAR DESSE TOP 9 . WERDUM ESTA SEM PUNCH SOCO FRACO PRA CATEGORIA. WERDUM DE VALOR AQUELE CINTURÃO QUE ESTA NA PAREDE DE SUA CASA. SE QUIZER OUTRO TERÁ QUE COMPRAR NO EBAY. KKKKKKKKKKKKKK OZZZZZZZZZZZ

    2. brazil sociedade pseudo Nazi facistas de vermes racistas e miseraveis merecem de se foder chupa brazil de merda com todas as suas racas de merda monkeys of sheit

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Comente
    Seu nome