MacDonald revela conversa com Bellator sobre GP dos Pesados: ‘Talvez me usem como suplente’

Publicado em 28/11/2017 por: Yago Redua
MacDonald revela conversa com Bellator sobre GP dos Pesados: ‘Talvez me usem como suplente’ Rory MacDonald é lutador meio-médio, mas quer participar do GP dos Pesados do Bellator (Foto reprodução)

publicidade

Se preparando para enfrentar Douglas Lima, campeão meio-médio do Bellator, na edição 192, dia 20 de janeiro, na Califórnia (EUA), Rory MacDonald tem uma ambição ainda maior. O canadense vem fazendo campanha nas redes sociais para integrar o GP dos Pesados que a organização irá promover em 2018, para conhecer o novo campeão da categoria. Em entrevista ao site MMA Fighting, o “Red King” disse que conversou com Scott Coker, presidente da franquia, e revelou a possibilidade de ser um “suplente” no torneio.

“Eu falei com o Scott Coker sobre isso e ele me disse que talvez eles me usem como um suplente, se alguém se machucar, e também dependendo de como vai ser a minha luta com o (Douglas) Lima, obviamente. Eu tenho as minhas chances, se alguém se machucar ou se afastar por qualquer motivo”, revelou o canadense sobre a oportunidade.

Sobre o fato de ser bem menor do que os atletas que vão participar do GP, MacDonald afirmou que gosta de desafios. Além disso, relembrou sobre os GPs do Ultimate que marcaram época e que tinham lutadores de diversos tamanhos competindo. “Red King” ainda citou que isso proporciona aos fãs uma sensação de “old school” na memória.

“Eu sei que eu ficaria bem menor indo contra esses caras, em um torneio, então, seria uma espécie de GP que o UFC tinha. Isso sempre é algo que interessa (para os fãs), ver o novo MMA com um toque mais ‘old school’. Sem peso limitado, mesmo que eu tivesse que bater o peso (dos pesados)”, disse Rory, que apostou em Ryan Bader e Mitirone como favoritos.

“Eu acho que mesmo com os meio-pesados sendo mais ​​leves, quando você é desse tamanho e você é atlético, isso realmente não importa. Eu sei que é um esporte diferente, mas vemos no Boxe. Muitos dos campeões dominantes são caras de tamanho baixo, com mais velocidade, mas possuem poder igual aos maiores”, encerrou o lutador canadense.

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Instagram
Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade