Sem lesão na perna, Aldo comenta nova luta com Holloway: ‘Quero chutar muito’

Publicado em 30/11/2017 por: Yago Redua
Sem lesão na perna, Aldo comenta nova luta com Holloway: ‘Quero chutar muito’ Aldo espera usar mais os chutes nesta revanche e quer ir pra frente o tempo todo (Foto Getty Images / UFC)

publicidade

Por Yago Rédua

No próximo sábado (2), em Detroit (EUA), José Aldo terá a chance de recuperar o cinturão dos penas na luta principal do UFC 218. O brasileiro perdeu o título justamente para Max Holloway, adversário da noite, no UFC 212, realizado no Rio de Janeiro, em junho deste ano. Em entrevista coletiva, o lutador da Nova União comentou as declarações do “Blessed”, após Dedé Pederneiras ter revelado a lesão na perna do manauara, que o impossibilitou de arriscar os tradicionais chutes no primeiro encontro. Desta vez, o ex-campeão afirmou que vai manter uma postura mais ofensiva dentro do combate.

“Acho que não teve covardia nenhuma (revelar a lesão na perna). Acho que toda vez que eu estou lá dentro… É o melhor Aldo possível. O Holloway foi o melhor lutador da noite, fez por merecer a vitória, então, não tem desculpa nenhuma. Acho que o Dedé ter falado isso, não tem desculpa nenhuma. Ele venceu, porque mereceu vencer. A lesão sempre existe, mas nada que tire a possibilidade de treinar. Estou chutando, socando, fazendo tudo. Não tenho nenhuma grave lesão. Lesão é normal, porque é um esporte de impacto e que causa lesões. Estou muito bem. Com certeza, podem esperar o melhor Kickboxing, melhor Muay Thai. Eu vou para cima o tempo inteiro. Quero chutar bastante, colocar a mão e tudo aquilo que eu aprendi há pouco tempo. Quero fazer mais dentro do octógono”, projetou Aldo.

Vale lembrar que, inicialmente, Aldo estava programado para enfrentar Ricardo Lamas, no dia 16 de dezembro, pelo UFC Winnipeg, no Canadá. Porém, com a saída de Frankie Edgar do card por conta de uma lesão, o brasileiro topou a revanche com o campeão Holloway, mesmo com um tempo menor para se preparar. Aldo citou esse aspecto da mudança, a estratégia para o duelo e afirmou que a envergadura do rival não o incomoda.

Confira a entrevista com José Aldo na íntegra:

– Mudança de data para lutar com Holloway

Acho que não muda nada, a gente ganha. Para mim, quanto mais rápido, melhor. Tínhamos duas semanas a mais, mas só que já estamos fazendo quatro rounds, só vamos colocar mais um (round). O corpo também não sofre tanto. Estou muito motivado com essa mudança, essa troca. Então, não vejo problema algum. Estou me sentindo muito mais preparado do que na outra (luta entre os dois, no UFC 212). Agora é chegar e ir com tudo.

– Estratégia para luta contra Max Holloway

Hoje em dia, não vejo mais pelo adversário. Vejo o meu jogo. Estou pensando em mim, e não no que o meu adversário pode fazer. Quero lutar da maneira que eu sempre lutei, chegar lá dentro indo pra cima, atacando o tempo todo. Acho que foi esse o Aldo que chegou a ser o Aldo. É assim que eu quero lutar, não importa quem seja o adversário que eu possa enfrentar daqui para frente. Quero treinar as minhas habilidades, meu jogo.

– Envergadura do Holloway não foi problema

Não (sentiu problema com a envergadura). Se for ver na prática, eu apliquei os melhores golpes. Encaixou bastante. Não teve envergadura nenhuma, até porque, os meus braços são mais longos que os dele. Para mim, não teve esse problema de envergadura. Ele pode ser maior, mas teve que se curvar para chegar à minha altura. Foi uma luta que eu estava indo bem, mas a partir do momento em que um tentei lutar, não fui feliz, mas faz parte.

– Possível trilogia após revanche com Holloway

Cara, isso aí é do UFC (uma trilogia com Holloway). Eu falei que queria lutar o quanto antes. Já fiquei muito tempo sem lutar e isso me atrapalhou bastante. Eu lutava praticamente de ano em ano, agora quero lutar no mínimo duas vezes por ano, é a meta.

CARD COMPLETO:

UFC 218
Detroit, nos Estados Unidos
Sábado, 2 de dezembro de 2017

Card principal
Max Holloway x José Aldo
Alistair Overeem x Francis Ngannou
Henry Cejudo x Sergio Pettis
Eddie Alvarez x Justin Gaethje
Tecia Torres x Michelle Waterson

Card preliminar
Charles do Bronx x Paul Felder
Alex Cowboy x Yancy Medeiros
David Teymur x Drakkar Klose
Felice Herrig x Cortney Casey
Sabah Homasi x Abdul Razak Alhassan
Jeremy Kimball x Dominick Reyes
Justin Willis x Allen Crowder
Amanda Cooper x Angela Magaña

Veja também

publicidade

Mais lidas

publicidade

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades em primeira mão

publicidade